Parcerias no cinema entre Brasil e Argentina chegam às telas em 2021

Por Miguel Arcanjo Prado

O audiovisual do Brasil e da Argentina, dois países irmãos, vai ficar cada vez mais perto. O ano de 2021 será de estreias de duas parcerias entre o cinema argentino e o cinema brasileiro na retomada das telonas após a pandemia. Estão previstos para até o fim do ano dois lançamentos de longas que criam pontes entre os dois gigantes da América do Sul na sétima arte: os filmes Águas Selvagens e 4×4 Bem-vindos a Bordo.

O ator argentino Juan Manuel Tellategui, a brasileira Mayana Neiva e o uruguaio Néstor Núñez no filme Águas Selvagens: telonas em 2021 – Foto: Chaparral Pictures/Divulgação – blogdoarcanjo.com

Um dos filmes dessa safra mais aguardados é Águas Selvagens (Agua dos Porcos, em espanhol). Após fazer estreia no país vizinho em 2020 serviço de streaming Cine.Ar, onde foi campeão de audiência, a coprodução Brasil-Argentina da curitibana Laz Audiovisual deve chegar às salas brasileiras ainda neste ano.

Coprodução Brasil-Argentina: o uruguaio Roberto Birindelli e a brasileira Mayana Neiva no filme Águas Selvagens: estreia prevista em 2021 – Foto: Chaparral Pictures/Divulgação – blogdoarcanjo.com

Estão no elenco de Águas Selvagens os uruguaios Roberto Berindelli e Néstor Núñez, os argentinos Juan Manuel Tellategui e Daniel Valenzuela, e as brasileiras Mayana Neiva, Leona Cavalli e Allana Lopes.

O filme de gênero policial noir tem roteiro de Oscar Tabernise e direção de Roly Santos, ambos argentinos, e se passa na região na Tríplice Fronteira entre Brasil, Argentina e Paraguai. No centro da história, um policial investiga uma misteriosa rede internacional de crimes.

O brasileiro Chay Suede no filme argentino 4×4 Bem-Vindo a Bordo: previsão de estreia em 2021 no Brasil – Foto: Divulgação

Outro filme esperado por aqui é o longa argentino 4×4 – Bem-vindo a Bordo (4×4 – Bievenido a Bordo, em espanhol), com roteiro e direção do cineasta e Mariano Cohn. O longa de suspense argentino se passa em Buenos Aires e traz no elenco participações especiais dos atores brasileiros Chay Suede, Alexandre Nero e Mariana Lima.

Protagonizado pelo astro argentino Peter Lanzoni, o filme ainda traz os atores argentinos Luis Brandoni e Dadi Brieva, grandes astros do cinema no nosso país vizinho.

Alexandre Nero é dirigido pelo argentino Mariano Cohn no filme 4×4 – Bem-vindo a Bordo – Foto: Divulgação – blogdoarcanjo.com

Agora é aguardar a definição da data de estreia de Águas Selvagens e 4×4 – Bem-vindo a Bordo nas salas brasileiras. Viva a integração hermana no cinema.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

Leia todos os textos de Miguel Arcanjo Prado


Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *