Volta de teatros em SP teve acolhida do público

Por Miguel Arcanjo Prado

Capital do teatro no Brasil, a cidade de São Paulo viu o público acolher com fortes aplausos, neste último fim de semana, o retorno de peças em formato presencial, caso de A Banheira, no Teatro Maria Della Costa, Acendam as Luzes com Yuri Marçal, no Teatro Renaissance, e João e Maria, O Musical, no Teatro D.

Atores, produtores e espectadores se emocionaram com o reencontro após sete meses de ausência por conta da pandemia no novo coronavírus. É importante reiterar que as peças que optaram por voltar seguem os protocolos de distanciamento do público, sempre com máscaras, como orienta a Fase Verde do Plano São Paulo.

Chama a atenção que sejam espetáculos de humor os primeiros a fazerem a retomada. Isso evidencia a forte dependência deste gênero do público, já que a engrenagem produtiva se alimenta das bilheterias, e também a necessidade dos espectadores em voltarem a sorrir após sete meses de muito medo e apreensão.

Também é interessante ressaltar que soava estranho teatros permanecerem fechados enquanto que igrejas já haviam sido autorizadas a reabrirem, até mesmo porque o comportado público teatral costuma interagir bem menos que o expansivo público de fiéis, que no Brasil costuma cantar, dançar e até mesmo vivenciar o transe nos cultos.

O Blog do Arcanjo apurou que outras salas de espetáculos de São Paulo, além do Teatro Maria Della Costa e do Teatro Renaissance, também vão retomar atividades presenciais. O Teatro Bibi Ferreira, na Bela Vista, reabre ao público no dia 23 de outubro, focado em produções de clássicos para as crianças como Os 3 Porquinhos, O Musical, Peter Pan & Sininho na Terra do Nunca e Chapeuzinho Vermelho e o Lobo. A Sala São Paulo reabriu na quinta (15), com um concerto da Osesp. O Teatro J. Safra, na Barra Funda, planeja volta com shows musicais, dança e espetáculos. Três teatros públicos da Prefeitura de São Paulo já retornaram: Teatro Arthur Azevedo, Teatro Flávio Império e o Teatro Décio de Almeida Prado (Centro Cultural da Diversidade).

Elenco de A Banheira celebra reencontro com o público após sete meses – Foto: Divulgação/@abanheiraoficial – Blog do @miguel.arcanjo

A equipe da comédia A Banheira, sucesso de público nos palcos paulistanos há cinco anos, celebrou o carinho dos espectadores no retorno presencial neste fim de semana.

Protagonista da montagem, a atriz Carol Hubner conta ao Blog do Arcanjo que o público chegou de forma tímida no primeiro dia, mas dobrou da sessão de sexta (16) para a de sábado (17), o que deixou a equipe satisfeita.

“Voltamos! E foi muito emocionante”, define a produtora Val Keller, à frente de A Banheira. Ela lembra que os artistas dos palcos são trabalhadores e ficaram sem poder exercer seu ofício por sete meses e que precisam voltar a ganhar o pão de cada dia como qualquer outro profissional.

Com a liberação dos teatros pela Fase Verde, a equipe de A Banheira tenta esquecer os sete meses de prejuízos e falta de ajuda governamental à cultura.

“É um recomeço e já temos ingressos vendidos para as próximas sessões”, comemora Keller, reforçando que todos os cuidados sanitários estão sendo tomados e que a peça seguirá em cartaz neste primeiro momento até 7 de novembro, às sextas e sábados, às 21h30, no histórico Teatro Maria Della Costa, na Bela Vista. Os ingressos podem ser comprados de forma antecipada.

Yuri Marçal: público acolheu retorno de stan-up, nova sessão agendada pra 24/10 – Foto: Divulgação/@oyurimarcal – Blog do @miguel.arcanjo

Já o humorista de stand-up Yuri Marçal também celebrou a forte presença do público no elegante Teatro Renaissance, na região da avenida Paulista, para prestigiar o retorno de Acendam as Luzes com Yuri Marçal.

Ele fez sessões disputadas na sexta (16), sábado (17) e domingo (18), que contaram com risos fartos da plateia, abafados pela máscara. A acolhida foi tão grande que o comediante já abriu nova data e sessão presencial: dia 24 de outubro, às 18h30. E avisa que os ingressos já estão à venda, também de forma antecipada.

Também teve sessões com bastante público no fim de semana João e Maria, O Musical, sob direção de Fernanda Chamma, no Teatro D, no Itaim Bibi, espaço que estreou a primeira peça original para drive-in durante a pandemia: Amor no Drive-In, Por Favor Não Me Covid!, que segue em cartaz até 24 de outubro.

“João e Maria está com temporada de 4 finais de semana já esgotada! Mais de 1.000 ingressos vendidos em 5 dias”, celebra Chamma. E complementa: “Vamos para sessões extras! Foi especial! Uma energia linda!”, vibra. Os ingressos antecipados estão à venda.

O movimento notado no fim de semana nas peças que decidiram voltar corrobora pesquisa feita pela Bilheteria Express, empresa que vende ingressos na internet, no começo do mês.

O levantamento apontou que a maioria da população que frequenta salas teatrais é favorável à volta dos espetáculos com os devidos protocolos de segurança.

Segundo Paulo Damas, sócio fundador da Bilheteria Express, 68% dos entrevistados na pesquisa disseram que voltariam a frequentar o teatro: 34% são favoráveis ao retorno e disseram que frequentariam as salas teatrais sem problema algum.

Já outros 34% dos favoráveis ao retorno afirmaram que frequentariam as salas teatrais mesmo com um certo nível de desconforto.

Ainda de acordo com Damas, apenas 32% dos ouvidos responderam que não querem a volta dos teatros e que não estão dispostos a frequentar as salas teatrais sob nenhuma hipótese.

Foram ouvidos 732 espectadores de teatro em São Paulo e no Rio de Janeiro, sendo 60% mulheres e 40% homens com faixa etária predominante entre 20 e 45 anos. Do total de entrevistados, 297 trabalham com cultura ou entretenimento, ou seja, 41% dos ouvidos.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Você pode gostar...

1 Resultado

  1. 21/10/2020

    […] o teatro voltar ao presencial no último fim de semana em São Paulo, agora é a vez de as casas de shows abrirem suas portas. O […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *