Rapidinhas: Karin Rodrigues sente presença de Paulo Autran

Karin Rodrigues – Foto: Bruno Poletti/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Por Miguel Arcanjo Prado

Presença de Paulo

Karin Rodrigues, nossa grande atriz, lembra uma semelhança entre a peça Para Duas e sua própria vida. No espetáculo de Ed Anderson dirigido por Elias Andreato, que tem última sessão neste sábado, a partir das 21h, direto do palco do Teatro Cacilda Becker em transmissão digital, ela interpreta a mãe de Chris Couto. As personagens de ambas sentem a presença do marido/pai já falecido, interpretado por Claudio Curi. Na vida real, Karin foi casada com o grande ator Paulo Autran, cuja presença jamais saiu de sua casa, ela assegura. Aliás, a presença de Paulo Autran perpassa todo o teatro brasileiro. É muita saudade de todos nós.

Jennifer Nascimento – Foto: Sérgio Santoian/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Viver a vida

Neste Setembro Amarelo, a estação Trianon Masp do metrô de São Paulo recebe a exposição Feito Tatuagem, com fotografias de Sérgio Santoian em parceria com a maquiadora Louise Helène. “É um orgulho pra gente, ainda mais num momento em que a cultura não tem sido valorizada no país”, pontua o fotógrafo. Jennifer Nascimento está entre os 20 retratados em painéis gigantes, na ação que busca prevenir o suicídio. “Queremos que nossa arte faça as pessoas pensarem sobre um assunto difícil, mas importante de ser abordado”, recorda Louise. Estão de parabéns.

Ivo Müller – Foto: Nick Holmes/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Turnê digital

O ator Ivo Müller decidiu retomar seu solo Rilke, dessa vez com ingressos vendidos na Sympla. Ele fará apresentações itinerantes por alguns canais apoiadores da arte a partir de 25 de setembro. Coisa boa.

Maria Ribeiro nos bastidores da estreia de Pós-F – Foto: Paula Mercedes/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Digitalizada

Maria Ribeiro comemorou o sucesso de público da estreia da peça Pós-F, de Fernanda Young sob direção de Mika Lins no Teatro Porto Seguro no último sábado. A atriz mergulhou de cabeça nas possibilidades do teatro digital. Nada de conservadorismo, coisa que ela detesta. E a coluna, também.

Hugo Possolo – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Talentos à vista

O ator e palhaço Hugo Possolo comemora 527 textos inscritos para o Festival de Peças de Um Minuto, parceria do Parlapatões com o Teatro Porto Seguro em outubro. “São autores de todo o Brasil! Se a gente encenasse todos daria para montar em espetáculo de mais 9 horas de duração. Cada texto é uma emoção diferente. Um pedacinho do universo que cada autor nos dá de presente”, diz. O resultado com os selecionados sai dia 26 de setembro. Aguardemos.

Cássio Scapin em Eu Não Dava Praquilo – Foto: João Caldas/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Memórias de uma atriz

Cássio Scapin estreou no teatro digital nesta sexta, 18, o monólogo Eu Não Dava Praquilo, escrito por ele como Cássio Junqueira inspirados na vida de Myriam Muniz e sob direção de Elias Andreato. Ainda tem sessões 25 de setembro e 2 de outubro, sempre às 21h, direto do palco do Teatro Alfredo Mesquita em transmissão digital. Valorizar nossa memória teatral é fundamental!

Ouça o Podcast do Arcanjo

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *