Morre aos 51 anos Marcelo Denny, artista do teatro

Marcelo Denny: morte de infarto aos 51 anos – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Morreu o diretor de teatro, cenógrafo, artista plástico e professor Marcelo Denny de Toledo Leite, aos 51 anos, vítima de infarto, em São Paulo, nesta segunda (31).

A Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), onde Denny era professor havia 18 anos no departamento de Artes Cênicas (CAC), confirmou a morte. O corpo será sepultado em Pindamonhangaba (SP), terra natal do artista.

Denny foi um dos fundadores dos grupos Cia Teatral “Cadê Otelo?”, Desvio Coletivo e da Cia Sylvia Que Te Ama Tanto, e Teatro da Pomba Gira – Coletivo de Criadores, onde atuou como diretor e cenógrafo em mais de 20 espetáculos.

Denny foi também o responsável pela cenografia dos dois últimos espetáculos da Companhia de Teatro Heliópolis, Sutil Violento e (In)justiça.

“Denny destacou-se por conciliar sua produção artística com o trabalho acadêmico. Seus maiores interesses de pesquisa eram o corpo e as visualidades contemporâneas, navegando entre o teatro experimental, a performance e as artes visuais. Como cenógrafo e diretor de arte, criava silhuetas corporais que expressassem as angústias e os impasses de nosso tempo”, diz a nota o departamento de Artes Cênicas da USP.

Veja outras mortes de artistas em 2020

Ouça o Podcast do Arcanjo

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *