Hora do Blec traz representatividade negra para as crianças

Por Miguel Arcanjo Prado

É importante que crianças negras possam se enxergar em desenhos para construírem subjetividades que se orgulhem de sua negritude. Afinal, representatividade importa e durante praticamente toda a história do entretenimento no Brasil foi ignorada.

Pensando em mudar este cenário, o casal de atores Yasmin Garcez e David Junior lançam o canal de vídeos musicais infantis Hora do Blec, no YouTube, idealizado por Yasmin e que ganhou força a partir de sua relação amorosa com David, de quem está grávida.

Focado na primeira infância, os vídeos trazem os personagens Blec, Yayá, Yuki, Lara e Basquiat, que vivem inúmeras aventuras na natureza, desenvolvendo nos pequeninos a conscientização ecológica.

Blec, o protagonista vivido por David Junior, também sempre está junto da mãe, do pai e do avô, criando um núcleo familiar negro. Yasmin também virou personagem e é a doce Yayá.

Aliás, a ideia original foi dela e surgiu de sua aproximação com o Projeto Identidade, de Orlando Caldeira e Noemia Oliveira, em 2016. Diante da escassa produção de entretenimento infantil com protagonismo negro, resolveu que criaria a Hora do Blec.

Por questões que não dependiam dela, o projeto ficou na gaveta até 2019, quando a relação amorosa interracial com o também ator David Junior despertou a necessidade de transformar o antigo sonho em algo concreto. Os dois afirmam que “a comunicação com a criança é a semente da equidade social”.

Com uma temática tão potente, o canal se inspirou nos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) aprovados na ONU para que possamos viver num mundo melhor até 2030.

A animação ainda conta com o apoio institucional do PNUD, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, que luta pela erradicação da pobreza e para a redução das desigualdades sociais.

Além de Yasmin Garcez como sócia idealizadora, compositora e diretora artística e David Junior como sócio fundador, compositor e diretor artístico, Hora do Blec ainda tem a sócia investidora Suziane Oliveira, animação de Kirlley Velôso, produção e Nataly Mega e direção musical e arranjos de Léo Mucuri.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *