Rapidinhas: Crítica mundial aclama peça brasileira do Satyros The Art of Facing Fear

Por Miguel Arcanjo Prado

Mídia mundial

A Cia. de Teatro Os Satyros faz um feito para o teatro brasileiro no mundo. A imprensa internacional aclamou nesta semana a estreia de The Art of Facing Fear, versão globalizada de A Arte de Encarar o Medo, peça de Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez indicada ao Prêmio Arcanjo de Cultura. Os dois colocaram o Brasil na vanguarda do teatro digital no planeta. Isso é fato incontestável.

Intercontinental

The Art of Facing Fear, peça que o Satyros produz com o grupo sueco Darling Desesperados e que conta com atores de três diferentes continentes, África, América do Sul e Europa, tem sido elogiada por críticos de diversos países. O The Journal, do Reino Unido, deu matéria de página inteira de caderno cultural para o espetáculo com a seguinte manchete: “Um novo tipo de teatro surge com força”, colocando a produção internacional da peça brasileira entre as mais importantes novidades cênicas digitais do mundo. E é.

Jornal britânico destaca The Art of Facing Fear do Satyros entre o melhor do teatro digital global – Foto: Reprodução – Blog do @miguel.arcanjo

Técnica impressiona

A crítica Loretto Villalobos, do jornal sueco Expressen, destaca que The Art of Facing Fear “é um projeto gigantesco com atores de quase 12 países” e diz que trata-se de um marco “das artes cênicas digitais sobre o mundo durante a pandemia”. Ela ainda elogiou a qualidade técnica: “As artes performáticas em videoconferência estão em sua infância, é claro. Ainda assim, é impressionante como a equipe técnica uniu de maneira tão perfeita os vários componentes som, imagem e atores”, pontuou. Turma esperta.

Repercussão africana

Na África, não é diferente. The Art of Facing Fear arrancou elogios do crítico Pelu Awofeso, do The Daily Report, importante jornal da Nigéria. Ele diz: “Sentado no meu apartamento em Lagos ontem à noite, assisti uma peça no meu telefone, mas parecia que eu estava assistindo um filme no cinema. Foi esse o meu pensamento depois de ver The Art of Facing Fear, a peça digital inspirada na Covid-19, desenvolvida pelo brasileiro Os Satyros, que estreou no país sul-americano em junho passado. Agora, apresenta um elenco transnacional de nove países, 11 companhias de teatro operando em três continentes”. Falou e disse.

Acadêmico nos EUA

The Art of Facing Fear também ganhou elogios acadêmicos nos Estados Unidos. Kole Odutola, doutor do Centro de Estudos Africanos da Universidade da Florida e prestigiado professor de Língua e Cultura Yorubá, disse o seguinte sobre a montagem afro-europeia do Satyros, onde representatividade negra não falta. ¨Há uma frase no texto que me tocou profundamente: o vírus está vivo, mas não é a vida”. Ele tem razão.

Rodolfo García Vázquez, diretor do Satyros: sucesso internacional com teatro digital legitimado por crítica mundial – Foto: Eduardo Enomoto – Blog do @miguel.arcanjo

É ou não é?

Enquanto o mundo aplaude a iniciativa de teatro digital do Satyros, aqui no Brasil, infelizmente, o novo modelo cênico ainda recebe alfinetadas de nomes conservadores do pensamento teatral. Nesta semana, o diretor Rodolfo García Vázquez tocou no assunto em sua rede social sem rodeios: “Sabe o que eu acho sobre as pessoas que criticam o teatro digital? Acho que elas falam de um lugar absolutamente privilegiado e preconceituoso”, declarou. “São pessoas informadas, moram em metrópoles caras, podem acessar teatros em alguns minutos e encontrar-se com uma comunidade cultural grande e diversificada. Muitas vezes, pagam bilhetes caros, estacionamento, etc.”, recordou. É isso aí.

Futuro é logo ali

Rodolfo García Vázquez continua seu pensamento: “Mas, o teatro digital será (em poucos anos) o mais democrático dos teatros. Agora ainda temos certa limitação informacional (o acesso à internet ainda não é amplamente democrático), mas isso fatalmente vai ocorrer. O teatro digital já está chegando a pessoas apaixonadas por teatro que vivem em cidades afastadas dos grandes centros, nos rincões do país, a pessoas que estão longe do país e que amam nosso teatro, a artistas estrangeiros, a pessoas internadas em hospitais ou com limitações de locomoção”. Por que será que diversidade e acessibilidade ainda incomodam tanto a elite teatral?

Cabeça aberta

“O teatro digital pode causar grandes experiências estéticas”, pontua Rodolfo García Vázquez. “Basta você esquecer dos preconceitos e se abrir para ele. Durante a história da humanidade, o teatro sempre foi invadindo os espaços onde não era bem vindo. O teatro chegou às escolas, aos presídios, aos hospitais, aos shopping centers. Agora o teatro chegou à internet. O mundo digital agradece a invasão teatral”, conclui o diretor do Satyros. Agradece mesmo.

Ivam Cabral: novidades digitais na nova temporada de Todos os Sonhos do Mundo – Foto: Lina Sumizono – Blog do @miguel.arcanjo

Opinião

“Despudoramento necessário e exemplar”. Esta é a opinião do professor doutor Alexandre Mate, da Unesp, especialista em teatro de grupo, sobre Todos os Sonhos do Mundo, solo de Ivam Cabral sob direção de Rodolfo García Vázquez. A peça foi a primeira a entrar em cartaz de forma digital, em 20 de março de 2020, quando Ivam se tornou o primeiro ator do teatro digital no mundo. E voltou com novidades digitais. Histórica.

Ricardo Cabral em O Filho do Presidente, primeira peça original que já estreou no teatro digital após a quarentena – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Última chance

Primeira peça brasileira original que estreou já no ambiente digital após a quarentena, em 7 de abril de 2020, O Filho do Presidente, obra também já histórica, encerra sua aclamada temporada online neste fim de semana. A peça indicada ao Prêmio Arcanjo de Cultura traz o resistente Ricardo Cabral interpretando sua dramaturgia sob direção de Natasha Corbelino com o Tearo Caminho e Corbelino Cultural. A obra inda tem figurino de Tiago Ribeiro. As últimas sessões são nesta sexta (7) às 21h e sábado (8) às 18h. Perde não. Para ver, clique aqui.

Grace Gianoukas no Terça Insana: sucesso no drive-in – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Riso no carro

Grace Gianoukas está gargalhando e muito nesta quarentena. O motivo? O Terça Insana é sucesso na programação do Drive-In Arena Estaiada, em São Paulo. Como o espetáculo esgotou ingressos com sessão dupla em sua primeira apresentação por lá, os talentosos artistas do riso vão repetir a dose no dia 11 de agosto, próxima terça, às 19h30 e 22h. À coluna, Grace conta que estará acompanhada por Darwin Demarch, Agnes Zuliani e Rita Murai. O povo quer sair de casa para prestigiar a cultura, mesmo que dentro do carro. Grace é danada.

Vanessa Goulartt faz aniversário-performance: só não pode perguntar a idade – Foto: Divulgação

Entre carros

A atriz Vanessa Goulartt é a estrela da peça Amor no Drive-In Por Favor Não me Covid, que é apresentada no estacionamento do Teatro D, em São Paulo, entre os carros. Darson Ribeiro assina idealização, texto e direção. A obra ainda traz Ken Kadow, que faz o par romântico de Vanessa na comédia. É o teatro se reinventando. E isso é lindo.

Mamonas Assassinas ganham homenagem em live dia 23 de agosto – Foto: Divulgação – Arquivo Blog do @miguel.arcanjo

Pelados em Santos

Os saudosos Mamonas Assassinas serão celebrados dia 23 de agosto em live no canal oficial dos Mamonas no YouTube. Xô Corô é o nome da transmissão que irá levantar recursos para o combate das consequências da Covid-19, em prol da Ação da Cidadania e do Fundo Social de Solidariedade de Guarulhos, cidade natal dos irreverentes músicos. Fabio Porchat, Angélica, Preta Gil, Marcelo Adnet, Marisa Orth, Marcos Veras, Sidney Magal, Paulo Ricardo já estão confirmados. Is very good.

Reinaldo Patricio: sucesso com teatro digital Muribeca – Algo sobre Viver – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Novas telas

Ator pernambucano morando no Rio, Reinaldo Patricio está contente com o sucesso de seu espetáculo solo de teatro digital Muribeca – Algo sobre Viver, com texto de Marcelino Freire. A produção reuniu o Coletivo (In)comum (RJ) e Grupo Calabouço (PE) com a a história de uma mãe que vive do lixo, mas se vê diante da perseguição do poder público. “É uma cena da carne. A carne de um tecido social esquecido. Um teatro encarnado”, define o artista. A coluna manda os parabéns.

Tom Lima, diretor de fotografia e produtor do curta Amanhecer, O Despertar do Sujeito – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Curta trancafiado

Tom Lima assina fotografia e produção do curta Amanhecer, O Despertar do Sujeito, ficção de realismo fantástico dirigida por Jorge Yuri com um homem aprisionado. “Foi produzido dentro de casa, com um prêmio do edital Curta em Casa, do Instituto Criar juntamente com a SPCine, que financiaram 200 curtas”, revela o aguerrido artista. Veja o filme.

Ícaro Pio, um dos roteiristas e diretores do curta A proCura Que Vai Chegar – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

A Cura

Três pessoas com trajetórias e vidas diferentes porém unidas por um mesmo objetivo: encontrar a cura para pessoas próximas que adoeceram em 14 dias. Este é o tema do curta A proCura Que Vai Chegar, com roteiro e direção de Lara Júlia, Abraão Kimberley e Ícaro Pio. Joel Zito Araújo e Paula Serra fizeram a provocação criativa no projeto apresentado no Curta em Casa. Estão no elenco Lara Júlia, Abraão Kimberley, Ícaro Pio, Mário Luanda Mayra, Lux Machado, Miriam dos Santos e Malek Noucuzi. Assista.

Jarbas Homem de Mello apresenta o Talentos, que estreia na TV Cultura – Foto: Nadja Kouchi/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Broadway brasileira

A TV Cultura estreia neste sábado (8), 20h, o novo reality musical Talentos, com apresentação de Jarbas Homem de Mello. O programa irá revelar o grande destaque do teatro musical brasileiro e, ainda, relembrará grandes musicais nacionais e da Broadway. Coisa boa.

Números

Dentre quase 1000 inscritos de todo o País, foram selecionados 100 candidatos amadores e atores iniciantes e veteranos, com idades entre 16 e 45 anos. Os jurados Miguel Briamonte (maestro), Sara Sarres (cantora e atriz), Diego Montez (ator) e o maestro Natan Bádue serão os responsáveis por escolher os 24 candidatos para disputar o reality musical Talentos, que serão conhecidos neste sábado. Entre os jurados convidados estão Miguel Falabella, Tiago Abravanel. Boa sorte.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

1 Resultado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *