Leandro Knopfholz abre campanha para Lucia Camargo virar nome de teatro

Por Miguel Arcanjo Prado

Leandro Knopfholz, diretor do Festival de Teatro de Curitiba, lançou campanha para que Lucia Camargo vire nome de teatro. A grande gestora cultural paranaense morreu nesta segunda (20), aos 76 anos, deixando o mundo das artes brasileiras em luto. Lucia Camargo foi durante muitos anos curadora do Festival de Teatro de Curitiba.

“Começo agora um movimento para que o auditório do Teatro Paiol seja chamado de Auditório Lucia Camargo”, avisou Leandro Knopfholz. O Blog do Arcanjo apoia a campanha e reforça que Lucia Camargo merece, além de nomear o auditório do Teatro Paiol, ainda nomear outros teatros no Paraná, em São Paulo e em Minas Gerais, estados onde teve grande atuação profissional sendo mulher pioneira na gestão político-cultural.

Com 200 mil espectadores, Festival de Teatro de Curitiba supera ...
Leandro Knopfholz, diretor do Festival de Teatro de Curitiba: campanha para Lucia Camargo virar nome de teatro – Foto: Daniel Sorrentino/Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

“Foi com grande tristeza que recebemos a notícia da partida de nossa amiga, parceira e ex-curadora Lucia Camargo. A Lucia foi uma profissional brilhante que contribuiu enormemente com todas as organizações por onde passou. Trabalhando em instituições públicas e privadas no Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, Lucia construiu uma rede de relacionamentos que utilizava com sabedoria, sempre em prol da cultura. Pessoalmente, Lucia sempre foi uma grande amiga e parceira para todos os momentos. O Festival de Curitiba vai continuar honrando o seu legado de realizações, seguindo o seu exemplo de humildade, dignidade, caráter e poder de realização.⠀
Viva a Lúcia Camargo!”, declarou Leandro Knopfholz sobre a amiga e companheira de trabalho.

Entre outros cargos, Lucia foi diretora da Fundação Cultural de Curitiba, da Fundação Teatro Guaíra, do Theatro Municipal de São Paulo e da Fundação Clóvis Salgado – Palácio das Artes, em Belo Horizonte, secretária-ajunta da Secretaria da Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo e Coordenadora de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro. Ela ainda atuou como jurada do Prêmio Shell de Teatro em São Paulo.

Morre Lucia Camargo, ícone da cultura

Cléo De Páris homenageia Lucia Camargo

“Mestra da vida”, diz prefeito de Curitiba

O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, lamentou a morte de Lucia em comunicado divulgado nesta terça: “Lúcia foi incansável articuladora cultural em Curitiba, no Paraná e no Brasil. Seja recebida na eternidade com cânticos de glória. Cai a cortina sobre uma vida dedicada às mais lindas e sensíveis expressões da alma humana. Foi uma mestra da vida e das artes cênicas”, afirmou o prefeito curitibano.

Siga @miguel.arcanjo



Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *