SP ganha cinema drive-in no Memorial; saiba quando começa

Um dos maiores espaços públicos na Barra Funda, o Memorial da América Latina ganha um cine drive-in a partir de 16 de junho, o Belas Artes Drive-In, informou o Governo de São Paulo ao Blog do Arcanjo. A iniciativa é uma parceria da Secretaria da Cultura e Economia Criativa com o Cinema Petra Belas Artes diante da pandemia do novo coronavírus.

A programação que inclui filmes como Batman, O Cavaleiro da Noite e A Origem, de Christopher Nolan, Laranja Mecânica, O Iluminado, 2001 – Uma Odisseia no Espaço e De Olhos Bem Fechados, de Stanley Kubrick.

O espaço promoverá também uma semana temática com filmes de Tim Burton e seu universo, em que serão exibidos quatro filmes do diretor e O Gabinete do Dr. Phibes, com Vicent Price, e o ainda inédito nos cinemas brasileiros Apocalipse Now – Final Cut, obra-prima de Francis Ford Coppola, totalmente restaurado e com som remasterizado, com 30 minutos a mais do que a versão original lançada em 1979.

Segurança para espectadores

“Teremos aqui em São Paulo a inauguração do primeiro cinema em modelo Drive-In para as pessoas assistirem filmes de forma segura e correta, como mandam os protocolos”, afirmou João Doria, governador de São Paulo, ao lançar o projeto.

Segundo Sérgio Sá Leitão, secretário de Cultura e Economia do Estado de São Paulo, o público poderá assistir a filmes com segurança sanitária, dentro de seus respectivos carros. “Trata-se de um evento seguro para o público e os funcionários, e tem tudo para se tornar uma das principais formas de lazer e diversão enquanto a pandemia não passa completamente”, diz.

O som do filme será transmitido por rádio FM ou smartphone. Segundo Jorge Damião, presidente do Memorial da América Latina, “esse novo projeto é uma forma de promover a cultura de maneira responsável e criativa”.

André Sturm, dono do Belas Artes, diz que seu cinema em novo formato oferecerá “filmes para todos os tipos de cinéfilos, com isolamento, segurança e o conforto de estar dentro de seu próprio carro”.

Pandemia afeta a cultura

O setor cultural e criativo foi um dos mais afetados pela pandemia do coronavírus. A Secretaria estima que o segmento, que equivale a 3,9% do PIB Estadual, terá redução de cerca de metade da receita anual prevista, correspondente a uma perda econômica da ordem de R$ 34,5 bilhões e cerca de 650 mil pessoas sem fonte de renda.

Pesquisa da Fipe sobre os impactos econômicos das medidas de isolamento e distanciamento social no Estado de São Paulo indica que atividades artísticas e criativas estão entre os dez setores com maior índice de vulnerabilidade econômica diante da pandemia.

O que é cinema drive-in?

O cinema drive-in surgiu em 1932 por iniciativa do norte-americano Richard Hollingshead. A fim de contentar a mãe que reclamava dos assentos de cinema por não comportarem pessoas acima do peso, Richard teve a brilhante ideia de fazer as pessoas assistirem aos filmes no conforto dos carros, valendo-se apenas de um telão para projeção e de um estacionamento.

A invenção foi um sucesso nas décadas de 40 e 50 e já foi homenageada em filmes históricos por grandes astros do cinema como em “Grease” (1978), no qual John Travolta caminha em um cinema drive-in cantando Sandy, e também no thriller “Twister” (1996), no qual a fúria de tornados destrói um cinema drive-in que exibia a cena clássica de “O Iluminado”, com Jack quebrando a porta do banheiro com um machado.

Serviço

Belas Artes Drive-In
Onde: Memorial da América Latina – Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664 – Barra Funda
Quando: a partir de 16 de junho, de terça a domingo
Horários: definidos de acordo com a duração dos filmes
Ingressos e combos deverão ser adquiridos antecipadamente através do site do Petra Belas Artes
Capacidade para 100 carros
Para mais informações, programação completa e classificação indicativa dos filmes consulte o site: https://www.cinebelasartes.com.br

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *