‘Pedi pra ser exonerado’, diz Thammy Miranda sobre cargo na Câmara de SP

O ator Thammy Miranda pediu para sair do cargo que ocupava na Câmara Municipal de São Paulo.

Ele fez a revelação em seu Instagram e revelou ter tomado a decisão para não onerar os cofres públicos nesta pandemia do novo cornavírus.

“Pedi para ser exonerado. Não achei justo estar ganhando o dinheiro do povo sem estar lá trabalhando. Não estou trabalhando na Câmara, pelo menos por enquanto. Quando a gente voltar a trabalhar, quem sabe”, falou.

Thammy era assessor no gabinete da liderança da representação partidária do Partido Liberal (PL), sob o nome Thammy Brito de Miranda e Silva.

O artista ainda aproveitou a conversa pra alfinetar Jair Bolsonaro (sem partido). “A verdade é que a gente não tem um líder, tem um cara que quer mandar sozinho e que o gado dele obedeça”.

E mostrou que consciência política faz parte de sua vida: “Política pra mim não é profissão, não deveria ser profissão pra ninguém. Política, para mim, é missão”, afirmou.

Thammy está em quarentena com Andressa Ferreira, sua mulher, e o filho do casal, Bento, de 4 meses.

O filho de Gretchen ainda disse que políticos deveriam usar o SUS (Sistema Único de Saúde).

“Só assim as verbas da Saúde não seriam desviadas e o povo teria o mínimo de dignidade”, pontuou.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *