Racismo, transfobia e amor são temas de solo de Aisha Brunno em BH

Protótipo Para Cavalo: Corra, Aisha, Corra! estreia na próxima semana em BH com apenas duas sessões – Foto: Marina Colen – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

Foram dois anos e meio de processo criativo. Agora, serão duas apresentações neste fim de ano. A atriz Aisha Brunno estreia no começo da próxima semana seu espetáculo Protótipo Para Cavalo: Corra, Aisha, Corra!, do Anômala Teatro, no Teatro Espanca!, em Belo Horizonte. As sessões serão segunda (16) e terça (17), sempre às 20h, na rua Aarão Reis, 542, com entrada a R$ 20 e R$ 10. Bremmer Guimarães assina dramaturgia e direção, que mergulha na semiótica, com linguagens, signos e seus significados e usa a imagem do cavalo como referência. Os dois contam ao Blog do Miguel Arcanjo que a peça tensiona temas como amor, racismo, transfobia, homofobia e violência. E revelam um detalhe da encenação: o músico Pelas DJ faz a discotecagem ao vivo. Aisha ainda contou com preparação vocal da cantora Sarah Reis. Coisa fina.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...