Ícone da Broadway e de Hollywood, Cole Porter vira musical em SP

Com assinatura da dupla dos musicais Möeller & Botelho, “Cole Porter – Ele Nunca Disse Que me Amava” traz canções da lenda musical da Broadway e de Hollywood para os palcos de São Paulo – Fotos: Dan Coelho – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo – UOL

Um dos maiores nomes da canção estadunidense com suas sofisticadas composições, Cole Porter (1891-1964) é celebrado no musical “Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava”.

A produção original leva a assinatura da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, referência no teatro musical nacional.

A obra estreia nesta sexta (21), no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, onde fica em cartaz em curta temporada até 7 de julho.

As sessões são sexta e sábado, 21h, e domingo, 19h, com entrada entre R$ 60 e R$ 120, em valores de inteira.

O musical teve sua primeira montagem no Brasil em 2000, quando fez temporadas cariocas, paulistanas e portuguesas.

No elenco atual, estão dois nomes do elenco de quase duas décadas atrás: Alessandra Verney e Stella Maria Rodrigues.

Elas dividem a cena com Malu Rodrigues, Marya Bravo, Analu Pimenta e Bel Lima.

“Apesar de ser uma remontagem, é um novo espetáculo, com a inserção de canções e texto”, adianta Botelho ao Blog do Arcanjo, garantindo que o mesmo amor por Cole Porter permeia toda a encenação.

Möeller conta que revisitou o texto que escreveu e acrescentou imagens raras de Cole Porter que surgiram com o crescimento do mundo digital.

“Agora tem muito mais material do que tínhamos 20 anos atrás”, comemora.

Em cena, estão mais de 30 canções que pontuam a carreira do grande artista, entre elas clássicos como “Night and Day” e “So in Love”, além de composições raras e ainda não apresentadas por aqui.

Na época da estreia original, a histórica crítica teatral carioca Bárbara Heliodora escreveu o seguinte:

“Cole Porter – Ele Nunca Disse que me Amava é um espetáculo charmoso e gostoso, no qual fica patente o quanto o Brasil amadureceu no gênero […] O trabalho de Claudio Botelho é surpreendente. Ele consegue, em suas versões, manter o humor, a malícia e a sofisticação das memoráveis letras do original”.

As estrelas da peça contam a vida de Cole Porter, este homem carismático e também controverso que criou mais de 800 composições para musicais da Broadway e filmes de Hollywood.

Desta infinidade de canções, pelo menos cem se tornaram clássicos atemporais.

Saiba como assistir ao musical “Cole Porter”

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Miguel Arcanjo Prado (@miguel.arcanjo) em

Please follow and like us:
The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso Gal Costa morre aos 77 anos Festival Satyrianas tem mil artistas na Praça Roosevelt