Ícone da Broadway e de Hollywood, Cole Porter vira musical em SP

Com assinatura da dupla dos musicais Möeller & Botelho, “Cole Porter – Ele Nunca Disse Que me Amava” traz canções da lenda musical da Broadway e de Hollywood para os palcos de São Paulo – Fotos: Dan Coelho – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo – UOL

Um dos maiores nomes da canção estadunidense com suas sofisticadas composições, Cole Porter (1891-1964) é celebrado no musical “Cole Porter – Ele Nunca Disse que Me Amava”.

A produção original leva a assinatura da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho, referência no teatro musical nacional.

A obra estreia nesta sexta (21), no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, onde fica em cartaz em curta temporada até 7 de julho.

As sessões são sexta e sábado, 21h, e domingo, 19h, com entrada entre R$ 60 e R$ 120, em valores de inteira.

O musical teve sua primeira montagem no Brasil em 2000, quando fez temporadas cariocas, paulistanas e portuguesas.

No elenco atual, estão dois nomes do elenco de quase duas décadas atrás: Alessandra Verney e Stella Maria Rodrigues.

Elas dividem a cena com Malu Rodrigues, Marya Bravo, Analu Pimenta e Bel Lima.

“Apesar de ser uma remontagem, é um novo espetáculo, com a inserção de canções e texto”, adianta Botelho ao Blog do Arcanjo, garantindo que o mesmo amor por Cole Porter permeia toda a encenação.

Möeller conta que revisitou o texto que escreveu e acrescentou imagens raras de Cole Porter que surgiram com o crescimento do mundo digital.

“Agora tem muito mais material do que tínhamos 20 anos atrás”, comemora.

Em cena, estão mais de 30 canções que pontuam a carreira do grande artista, entre elas clássicos como “Night and Day” e “So in Love”, além de composições raras e ainda não apresentadas por aqui.

Na época da estreia original, a histórica crítica teatral carioca Bárbara Heliodora escreveu o seguinte:

“Cole Porter – Ele Nunca Disse que me Amava é um espetáculo charmoso e gostoso, no qual fica patente o quanto o Brasil amadureceu no gênero […] O trabalho de Claudio Botelho é surpreendente. Ele consegue, em suas versões, manter o humor, a malícia e a sofisticação das memoráveis letras do original”.

As estrelas da peça contam a vida de Cole Porter, este homem carismático e também controverso que criou mais de 800 composições para musicais da Broadway e filmes de Hollywood.

Desta infinidade de canções, pelo menos cem se tornaram clássicos atemporais.

Saiba como assistir ao musical “Cole Porter”

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Miguel Arcanjo Prado (@miguel.arcanjo) em

Você pode gostar...