Confisco da poupança por Collor é tema da peça Nefelibato

Luiz Machado no monólogo “Nefelibato”, em cartaz no Parlapatões, em SP – Foto: Ricardo Brajterman/Divulgação

Após sucesso no Rio, está em cartaz em São Paulo o espetáculo “Nefelibato”.

A montagem com elogiada atuação do ator Luiz Machado, que celebra 20 anos de carreira com a montagem, tem texto de Regiana Antonini e direção de Fernando Philbert.

A peça se ambienta na durante o governo de Fernando Collor de Mello, presidente do Brasil entre 1990 e 1992, tempos de inflação galopante e reviravoltas econômicas.

A obra dura uma hora e tem como pano de fundo um fato especial da Era Collor e pela qual seu nome é lembrado até hoje: o confisco da poupança dos brasileiros pela equipe econômia do ex-presidente em 1990, que levou milhões de brasileiros à falência e ao desespero ao ver suas economias sumirem da noite para o dia.

O protagonista da peça, Anderson, é um deles. Com o roubo de seu dinheiro pelo governo, ele precisa encarar a perda de coisas fundamentais em sua vida, o que mexe definitivamente com sua sanidade.

A peça “Nefelibato” pode ser vista aos sábados, 21h, e domingo, 20h, até 25 de março no Espaço dos Parlapatões (praça Franklin Roosevelt, 158, Consolação, tel. 11 3258-4449). O ingresso custa R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook
Siga Miguel Arcanjo no Twitter

Você pode gostar...