Escritora Conceição Evaristo se emociona na abertura da exposição sobre sua obra

Conceição Evaristo em foco: admiradores lotaram abertura da mostra dedicada à obra da escritora mineira no Itaú Cultural da av. Paulista – Foto: Agência Ophelia

Por Miguel Arcanjo Prado

Após a Ocupação Laura Cardoso, que celebrou a grande atriz paulista, foi aberta nesta quinta (4) a visitação pública e gratuita à Ocupação Conceição Evaristo, no Itaú Cultural, em São Paulo, celebrando outro grande nome da cultura brasileira.

O foco é a vida e a obra da escritora mineira de Belo Horizonte Conceição Evaristo, de 70 anos. A exposição aborda suas “escrivivências”, como ela gosta de definir.

Nesta quarta (3), a autora de livros como “Ponciá Vicêncio”, “Becos da Memória” e “Poemas da Recordação” declamou, emocionada, trechos de sua obra, sendo muito aplaudida pelo público de admiradores que lotaram a vernissage.

Personalidades da cultura paulistana marcaram presença na abertura da exposição, que vai até 18 de junho e é a 34ª da série Ocupação, que vem abrindo portas nos últimos tempos para nomes importantes da cultura negra, como Cartola e Abdias do Nascimento.

A visitação gratuita está aberta de terça a sexta, de 9h às 20h, e sábado, domingo e feriado, de 11h às 20h. O Itaú Cultural fica na av. Paulista, 149, metrô Brigadeiro.

Conceição Evaristo declamou sua obra, emocionando a todos na abertura da mostra no Itaú Cultural – Foto: Agência Ophelia

Entre os objetos expostos estão textos, fotografias, objetos pessoais, obras de referência, audiovisuais, manuscritos de poemas e contos, cartas de familiares e de amigos da autora, que se orgulha de ser uma das dez filhas da lavadeira Joana.

Conceição Evaristo afirma ter sido despertada para a literatura por Carolina Maria de Jesus (1914-1977), autora do clássico “Quarto de Despejo”, feito pela autora negra como ela e que foi sua primeira referência literária. Ela chegou a trabalhar como doméstica.

Aos 25 anos, mudou-se para o Rio, onde estudou letras na UFRJ, depois fazendo mestrado em literatura brasileira na PUC-Rio e doutorado em literatura comparada na UFF. Na sua biografia também tem papel importane sua militância no movimento negro.

Veja mais fotos da abertura da mostra e quem esteve no Itaú Cultural:

A gerente do Núcleo de Educação e Relacionamento do Itaú Cultural Valéria Toloi, e o diretor do Itaú Cultural Eduardo Saron cumprimentam Conceição Evaristo – Foto: Agência Ophelia

O músico, escritor e historiador Salloma Salomão – Foto: Agência Ophelia

A produtora Dani Peraze, a jornalista e administradora Cris Guterres e Nayara Reis – Foto: Agência Ophelia

A diretora criativa Diane Lima – Foto: Agência Ophelia

O músico Renato Gama e a escritora Conceição Evaristo – Foto: Agência Ophelia

A atriz Patricia Cipriano – Foto: Agência Ophelia

Mariana Per, a produtora cultural e poetisa Débora Garcia e e a escritora Elizandra Souza – Foto: Agência Ophelia

Conceição Evaristo recebe o cumprimento do colunista do UOL, vice-presidente da APCA e seu conterrâneo Miguel Arcanjo Prado – Foto: Agência Ophelia

A artista visual Lidia Lisboa, autora da obra “Meia Lágrima”, presente na exposição – Foto: Agência Ophelia

O crítico da APCA Vinício Angelici – Foto: Agência Ophelia

Marília Araújo, Conceição Evaristo e Silvio Fidelis – Foto: Agência Ophelia

A escritora Conceição Evaristo – Foto: Agência Ophelia

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP