Faxina gay diverte público na comédia Rose, a Doméstica do Brasil

Lindsay Paulino dá vida a Rose, a Doméstica do Brasil - Foto: Divulgação

Lindsay Paulino dá vida a Rose, a Doméstica do Brasil – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Rose é uma empregada doméstica espevitada, fã de Amado Batista e que prefere oferecer seus serviços de faxina a casais gays.

Além disso, virou fenômeno no YouTube com a paródia do hit “Halo”, de Beyoncé, o qual chamou simplesmente de “Grelo”.

A divertida personagem criada e interpretada pelo ator Lindsay Paulino ocupa o palco do Teatro Itália (av. Ipiranga, 344), em São Paulo, a partir de 4 de março, no espetáculo “Rose, a Doméstica do Brasil”.

A temporada vai até 2 de abril: sábados, 21h, e domingo, 18h, com entrada a R$ 50 a inteira e R$ 25 a meia.

Com muito bom humor, a personagem vai expor seu passado à plateia, desde a vida dura na infância pobre até a fama instantânea nas redes sociais.

Tudo com um charmoso sotaque “nortemineiro”, especialidade de Lindsay, que nasceu em Montes Claros, no norte de Minas e se formou como ator em Belo Horizonte.

Adriana Soares dirige a comédia e a define como “uma narrativa simples e descontraída” na qual Rose “divide com a gente o seu mundo”.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas