Ex-paquita, Juliana Baroni é Branca de Neve em sua estreia no teatro infantil

Juliana Baroni vive Branca de Neve nos palcos - Foto: Caio Gallucci

Juliana Baroni vive Branca de Neve nos palcos – Foto: Caio Gallucci

Por Miguel Arcanjo Prado

De todas os contos de princesa, “Branca de Neve e os Sete Anões” era o predileto da menina Juliana Baroni: “Vi inúmeras vezes”, diz. Ela passou a tradição adiante. “Coloco o filme para a Duda [Maria Eduarda, filha da atriz com o executivo e escritor Eduardo Moreira] ver e ela adora também”, revela.

Por isso, não precisou de muito laboratório para assumir a famosa personagem perseguida pela bruxa na peça “Branca de Neve e Zangado”, que estreia no próximo sábado (21), no Teatro Shopping Frei Caneca, em São Paulo.

A direção do espetáculo fica a cargo de Mira Haar, que não estava à frente de uma produção infantil havia 14 anos. “Os atores ficam no palco o tempo todo. O público acompanha todas as trocas de cenário e figurino”, avisa.

Além da protagonista Juliana, o elenco ainda conta com Giovanni Venturini, Tania Bondezan, Thiago Amaral, Murilo Meola e Danielle Di Donato, todos companheiros na novela “Cúmplice de um Resgate”, do SBT, na qual Juliana viveu a mãe da protagonista, Larissa Manoela.

Juliana Baroni , a diretora Mira Haar e o colega de elenco - Foto: Caio Gallucci

Juliana Baroni , a diretora Mira Haar e Giovani Venturini, o Zangado – Foto: Caio Gallucci

Ex-paquita

Satisfeita com a reaproximação com o público infantil, Juliana resolveu que ao fim do folhetim deveria seguir próxima das crianças no teatro.

“Comecei como paquita. Ao logo da minha carreira, sempre tive ligação forte com o público infantil e fiz muitos trabalhos direcionado às crianças. Mas, nunca tinha feito uma peça infantil”, revela, dizendo que teve todo o apoio do marido no projeto. Afinal, o texto é de Eduardo Moreira.

Após a maternidade, a atriz diz que sente-se em um de seus melhores momentos. “Depois que casei e tive filha, voltei ao ar pelo SBT em ‘Cúmplices’ e foi esse sucesso. Não poderia ter sido melhor. Voltar ao trabalho depois de ter sido mãe, com mais dois enteados, vivendo intensamente a maternidade, rodeada de crianças na vida pessoal e no trabalho. E ainda tive a oportunidade de interpretar e cantar. E isso vai se estender para a peça”, conclui.

Único anão

Apesar de inspirado no clássico conto dos Irmãos Grimm, o espetáculo aponta novos caminhos para os personagens e o único anão que aparece em cena é Zangado. A montagem investe no humor e incentiva os pequeninos a respeitarem as diferenças.

O final, promete a atriz, é diferente da história tradicional e vai surpreender a todos. Definido pela diretora como “teatro musicado”, a peça tem na trilha um de seus pontos fortes.

“Branca de Neve e Zangado”
Quando: De 21/01 a 12/03/2017. Sábado e domingo, 15h. 70 min
Onde: Teatro Shopping Frei Caneca – Rua Frei Caneca, 569, 7º andar, São Paulo, tel. 11 3472-2229
Quanto: R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia-entrada)
Classificação etária: Livre

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP