Prêmio Cidadania da Parada SP realiza 22ª edição com festa da comunidade LGBTQIA+

Diretoria da Parada SP no 22º Prêmio Cidadania no Masp © Divulgação Blog do Arcanjo 2023

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Maior premiação brasileira voltada à comunidade LGBT+, o Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+ organizado pela Associação da Parada do Orgulho LGBT de São Paulo (APOLGBT-SP) realizou sua 22ª edição neste sábado, 2 de dezembro, no Masp, em São Paulo.

Foram premiados destaques em 14 diferentes categorias, em noite sob comando do ator Carmo Della Vecchia e da atriz e cantora Linn da Quebrada.

A noite ainda contou com números musicais de Edson Cordeiro, Bia Ferreira, Amanda Lyra, As Bee e Ella, que arrancou lágrimas da plateia ao cantar uma versão de Sujeito de Sorte, de Belchior.

Na categoria Artes Cênicas, que abriu a noite e da qual Miguel Arcanjo Prado foi jurado neste ano, venceu Brenda Lee e o Palácio das Princesas. Quem recebeu o troféu das mãos da dramaturga e jurada Ave Terrena foi a atriz Leona Jhovs, ao lado do diretor Zé Henrique de Paula.

Outro destaque foi em Audiovisual, com a vitória do documentário Ferro’s Bar, feito com financiamento coletivo e que concorria com a novela Terra e Paixão da Globo e o reality Drag Race Brasil, da Paramount +.

Na categoria Literatura – Ficção, Aline Zouvi levou pelo quadrinho Não Nasci Sabendo. Já Aline Custódio e Alessandra Oliveira foram eleitas as Influenciadoras Digitais do ano pelo perfil Maternidade Sapatão — mas não compareceram à cerimônia. Ex-ministra do Esporte, Ana Moser levou na categoria Esporte e a deputada federal Erika Hilton, na categoria Tema do Ano. Ambas não estiveram presencialmente, mas apareceram no telão, em vídeo de agradecimento. Música teve vitória de Ney Matogrosso sobre Ludmilla e Gloria Groove; o veterano da MPB também enviou vídeo.

A noite foi recheada de depoimentos de gente que fez história na Parada de São Paulo. As drags icônicas Silvetty Montilla e Salete Campari foram homenageadas e ovacionadas. Salete aproveitou para anunciar que será candidata a vereadora, além de dedicar o prêmio à memória de sua mãe drag, Miss Biá, que morreu na pandemia.

Nomes lendários que morreram neste ano como Zé Celso e Kaká Di Polly, além do DJ Pomba foram homenageados. A Parada SP ainda anunciou a data da Parada 2024: 2 de junho.

O Blog do Arcanjo mostra a seguir os vencedores e imagens da noite.

PARADA SP
22º Prêmio Cidadania em Respeito à Diversidade LGBT+
Confira os vencedores

Artes Cênicas

A Herança
Vencedora: Brenda Lee e o Palácio das Princesas
Erupção – O Levante Ainda não Terminou

Audiovisual:

Drag Race Brasil
Vencedora: Ferro’s Bar
Terra e Paixão

Campanha Publicitária

Empreendedorismo LGBTQIPN+ no Shark Tank/HNK
Vencedora: Demissão/Propeg
Tour do Orgulho/GUT

Digital Influencer

Bee40tona/Márcio Rolim
Gay Nerd/Marcel Nadale
Vencedora: Maternidade Sapatão/Aline Custódio e Alessandra Oliveira

Pequena Empresa

Vencedora: Canto Baobá
Torneira Bar
MCI Brasil

Média Empresa

Avenue Code
TozziniFreire Advogados
Vencedora: NIVEA

Grande Empresa

Vencedora: Accor
GE
TIM Brasil

Esportes

Vencedora: Ana Moser
Cris Rozeira
Moises Spilere

Imprensa

Agência Pública 
Café da Manhã 
Vencedora: Profissão Repórter

Literatura de Ficção

Vencedora : “Não Nasci Sabendo”
“Quarto Aberto”
 “Sodomita”

Literatura de Não Ficção

“Direito, linguagem e internet: violência de gênero transfóbica e discurso de ódio no Twitter”,
Vencedor: “Semente de Vida: rejeição e aceitação de filhos/as/es LGBTI+ em lares cristãos”
 “Trinta Segundos Sem Pensar no Medo”

Música

Gloria Groove
Ludmilla
Vencedor: Ney Matogrosso

Personalidade Aliada

Déa Lucia
Vencedor: Pastor Henrique Vieira
Rachel Macedo Rocha

Tema do Ano

Aliança Nacional LGBTI+
Duda Salabert
Vencedora: Erika Hilton

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *