Canal Brasil chega aos 25 anos com programação vigorosa que valoriza a cultura brasileira

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Canal Brasil completa 25 anos no dia 18 de setembro de 2023, próxima segunda, com uma trajetória de programação vigorosa que valoriza a cultura brasileira. Para seu mês de aniversário, 80% de sua grade está voltada para a comemoração de um quarto de século em atividade.

Entre os destaques, está a Mostra Canal Brasil 25 anos, que exibe, aos sábados e domingos, coproduções de ficção do canal. Nesta semana, vão ao ar, a partir das 19h, no sábado, “Andança – Os Encontros e As Memórias de Beth Carvalho”, de Pedro Bronz; “Mãe Só Há Uma,” de Anna Muylaert; “Carvão”, de Carolina Markowicz; e “Amor, Plástico e Barulho”, de Renata Pinheiro; e, no domingo, “Loki – Arnaldo Baptista”, de Paulo Henrique Fontenelle; “João, O Maestro”, de Mauro Lima; “BR 716”, de Domingos Oliveira; e “Gabriel e a Montanha”, de Fellipe Barbosa.

O Prêmio Canal Brasil de Curtas é realizado, desde 1998, nos principais festivais de cinema do país – como Festival de Gramado, É Tudo Verdade, Tiradentes e Brasília – com júris compostos por jornalistas e críticos de cinema. E, há 25 anos, o canal valoriza o formato e exibe curtas em sua grade todos os dias. Na faixa Prêmio Canal Brasil de Curtas, serão exibidos, entre terça, 19, e sexta, 22, sempre às 22h, os filmes “Carne”, de Camila Kater, vencedor da categoria no Prêmio Curta Kinoforum de 2020; “Apneia”, de Caroline Fernandes e Walkir Fernandes, premiado no Cine PE de 2019; “5 Estrelas”, de Fernando Sanches, que ganhou o troféu no Cine Ceará de 2020; e “Como respirar fora d’água”, de Júlia Fávero e Victoria Negreiros, vencedor do Prêmio Canal Brasil de Curtas no Festival de Brasília de 2022.

Faixa Documentários apresenta, de segunda a sexta, a partir das 13h30, produções e coproduções que trazem à tona temas relevantes como política, religião, sexo, cultura, esporte, meio-ambiente e etnia. Entre os destaques desta semana, estão “Maria – Ninguém Sabe Quem Sou Eu”, de Carlos Jardim, e “Fevereiros”, de Marcio Debellian, que vão ao ar dia 18; “Me Chama que Eu Vou”, de Joana Mariani, e “Jorge Mautner – O Filho do Holocausto”, de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt, que serão exibidos dia 19; e “Favela Gay”, de Rodrigo Felha, na programação do dia 21.

Para entregar ao público uma programação diversa, o time de apresentadores do Canal Brasil já reuniu nomes como Fernanda Montenegro, Gilberto Gil, Andreia Horta, Charles Gavin, Lázaro Ramos, Linn da Quebrada, Laerte, Zé do Caixão, Rogéria, Selton Mello, Marisa Orth e até Pedro Bial, que foi o primeiro de todos. A “Faixa Retrô” relembra encontros incríveis que já aconteceram ao longo dos 25 anos do canal de terça a sexta, às 12h45 e às 21h30. No dia 19, vai ao ar o episódio de “Coisas Pelas Quais Vale a Pena Viver”, com a entrevista de Domingos Oliveira e Priscilla Rozenbaum com Fernanda Montenegro. “Cada Canto”, em que Rômulo Fróes e Debora Pill recebem Emicida e “Cineastas do Real”, com a conversa entre Amir Labaki e Arnaldo Jabor, serão exibidos no dia 20. Ainda na programação da semana estão “O Bagulho é Doido”, com MV Bill e Filipe Ret ainda no início da fama em 2014; e “Zoombido”, com a entrevista de Paulinho Moska com Jorge Drexler. 

Na celebração dos 25 anos, o canal também abre espaço para a música, na “Faixa Musical”, que ocupa a grade de setembro de terça a sábado, a partir das 8h15. Na segunda semana do mês, do dia 19 ao dia 23, vão ao ar shows como “Daniela Mercury – o Axé, a Voz e o Violão”, “Navilouca – Pedro Luís e A Parede Ao Vivo”, “Zeca Baleiro – O Coração do Homem Bomba”, “Wanderléa Maravilhosa ao Vivo”, “Erasmo Carlos ao Vivo no Theatro Municipal – 50 Anos de Estrada”, “Alceu Valença – Valencianas”, “Elba Ramalho em Cordas, Gonzaga e Afins” e “Geraldo Azevedo – Uma Geral do Azevedo”.

As séries, de ficção e documentais, ganham cada vez mais espaço na grade do Canal Brasil e também são lembradas na programação festiva de setembro, com exibições em formato de maratona. Na sexta, dia 15, os quatro episódios de “Relatos do Front – A Outra Face do Cartão Postal” serão exibidos a partir das 23h30. Dirigida por Renato Martins, a produção é a continuação do filme homônimo, lançado em 2018, e tem como tema principal as diversas questões envolvidas na pauta da segurança pública do Rio de Janeiro. Narrada pela atriz Dira Paes, a série conta com depoimentos de policiais, ex-policiais, delegados, mães que tiveram seus filhos mortos em conflitos e profissionais que estudam a causa. Na lista de entrevistados estão a jornalista Flávia Oliveira, o historiador Luiz Antônio Simas, o delegado Cláudio Ferraz e o presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.

Siga @miguel.arcanjo no Instagram

Ouça Arcanjo Pod no Spotify

Blog do Arcanjo no YouTube

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Jornalista cultural influente e respeitado no Brasil, Miguel Arcanjo Prado é CEO do Blog do Arcanjo, fundado em 2012, e do Prêmio Arcanjo, desde 2019. É Mestre em Artes pela UNESP, Pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, Bacharel em Comunicação pela UFMG e Crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e apresenta o Arcanjo Pod. Eleito três vezes um dos melhores jornalistas culturais do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, CBN, Gazeta, UOL, UMA, OFuxico, Rede TV!, Rede Brasil, Versatille, TV UFMG e O Pasquim 21. Integra o júri de Prêmio Arcanjo, Prêmio Jabuti, Prêmio Governador do Estado de São Paulo, Prêmio Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Imprensa Digital, Prêmio Guia da Folha e Prêmio Canal Brasil de Curtas. Vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã, Prêmio África Brasil, Prêmio Leda Maria Martins e Medalha Mário de Andrade do Prêmio Governador do Estado, maior honraria na área de Letras de São Paulo.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *