Tríptico A Morte da Estrela estreia sob fortes aplausos no Sesc Ipiranga com mulheres fortes do teatro

Lúcia Romano em cena do Tríptico – A Morte da Estrela, em cartaz no Sesc Ipiranga – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Encenação é dividida em três estações

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Um verdadeiro dream team de mulheres do teatro se reúne no palco e nos bastidores do espetáculo Tríptico – A Morte da Estrela. O grupo chama a montagem de uma “experiência cênica”, dividida em três estações que podem ser vistas separadamente ou na sequência.

A obra estreou sob fortes aplausos no Sesc Ipiranga, em São Paulo, onde pode ser vista até 6 de novembro, com sessões sexta e sábado, 20h, e domingo, 18h. Retire seu ingresso!

Thais Dias em cena do Tríptico – A Morte da Estrela, em cartaz no Sesc Ipiranga – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Estão em cena Fernanda Haucke, Lúcia Romano e Thais Dias, atrizes renomadas que também contribuíram com a dramaturgia. Cada uma das estações parte de uma proposição. A estação Lembre-se de Mim tem dramaturgia de Vana Medeiros; Dividir o Quê?, de Lúcia Romano, Fernanda Haucke e Lu Favoreto; enquanto que Emborar contou com criação da argentina Claudia Shapira. O trio de diretoras é composto pela também argentina Natalia Malo ao lado das brasileiras Lu Favoreto e Cibele Forjaz. O espetáculo ainda conta com a narrativa das Yamaricumã feita por Mapulú Kamayurá.

A obra pretende desconstruir o mito da estrela dos palcos, propondo um novo formato de interação social para as artistas da cena. A produção afirma ir “desde o desmonte do star system, até a explosão dos corpos celestes e a rebelião das mulheres”.

Fernanda Haucke em cena do Tríptico – A Morte da Estrela, em cartaz no Sesc Ipiranga – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

Carla Caffé assina a direção de arte, cenografia e figurinos, ao passo que Cibele Forjaz também criou o desenho da luz. A composição sonora é de Natalia Malo, e a direção de produção, de Gabi Gonçalves, coordenando a equipe da Corpo Rastreado. Ao lado delas, outras mulheres estão na ficha técnica.

Lúcia Romano, Fernanda Haucke e Thais Dias em cena do Tríptico – A Morte da Estrela, em cartaz no Sesc Ipiranga – Foto: Rafa Marques – Blog do Arcanjo

O Blog do Arcanjo acompanhou de perto a estreia de Tríptico – A Morte da Estrela e mostra os bastidores e quem aplaudiu nas fotos de Rafa Marques.

Tríptico A Morte da Estrela SESC Ipiranga | De 07/10 a 06/11, sexta a domingo | sextas, das 20h às 23h | sábados, das 20h às 23h, com intervalo | domingos, das 18h às 21h | espetáculos extras (formação de público), em 9/10, 23/10 e 06/11, das 16h às 17:00h l 90 min. Retire seu ingresso!

Estreia de Tríptico – A Morte da Estrela no Sesc Ipiranga

Retire seu ingresso para Tríptico – A Morte da Estrela!

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP