7 espetáculos para você assistir em São Paulo!

Lyson Gaster no Borogodó conta a história da artista – Lyson Gaster no Borogodó – Foto: Sillas H/Divulgação

Outubro e novembro têm palcos fervilhantes na capital paulista

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Temas como diversidade, racismo, solidão e ciência ocupam os fervilhantes palcos de São Paulo. Com programação para todas as idades e para todos os gostos, o Blog do Arcanjo separou algumas peças e musicais para você se programar.

Glam!

Uma comédia musical, GLAM! conta a história das drag queens Atena (Mau Alves), a dona da boate mais famosa da cidade. Outras personagens marcantes também são Velma (Igor Miranda), Lolita (Luan Carvalho) e Cereja (Wand Barbosa) que fazem shows glamurosos em São Paulo. Enquanto isso, nos fundos da boate de Atena, Dante (Danilo Moura), se esconde de um grupo de criminosas. Assim, o acaso promove uma amizade em um lugar inimaginável que vai além de qualquer preconceito. Com 14 músicas originais tocadas ao vivo, a história fala sobre amizade, amor, respeito, homofobia e principalmente, a luta de uma pessoa LGBTQIA+ para conquistar seu espaço na sociedade. O musical estreia dia 27 de outubro e segue até 25 de novembro. As apresentações acontecem de terça-feira a sexta-feira, às 21h, no Viradalata (Rua Apinajés, 1387, Perdizes). Retire seu ingresso.

Rua Azusa – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Rua Azusa

Dirigida e criada por Caique Oliveira, Rua Azusa se passa durante o início do século 20 e retrata a trajetória da segregação racial nos Estados Unidos. Trazendo a história do avivalista William Seymour (Pr. Adhemar de Campos), homem negro, descendente de escravos, filho de um homem que lutou na Guerra Civil Americana. Durante o ápice da segregação racial, o personagem, teve um importante papel na luta pela unidade social, trazendo à vida um local onde não existe distinção, brancos e negros se misturam esquecendo de suas diferenças e quebrando barreiras raciais. Rua Azusa foi indicado ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de Musical Revelação e Melhor Musical voto popular, e foi premiado como Musical Revelação em 2019. Toda renda do espetáculo é revertida para o Projeto Aldeia Nissi na Angola. A peça acontece dia 14 e 15 de outubro, às 19h30, e 15 de outubro as 15h00, no Teatro Nissi (Av. Brigadeiro Luiz Antonio, 884, Bela Vista). Retire seu ingresso.

Julia Bobrow e Andre Lu em cena de Os Condenados, peça do Satyros – Foto: Andre Stefano – Blog do Arcanjo

Os Condenados

A montagem do Satyros escrita por Ivam Cabral e Rodolfo García Vázquez, e dirigida pelo último, mostra uma solitária moradora de São Paulo que tem sua vida invadida por pombos sagazes, interpretada por Julia Bobrow. Diante da cidade que a oprime e sem muitas perspectivas quando o assunto é felicidade, a protagonista mergulha num mar de tristeza profunda do qual tenta sair desesperadamente. No time dos pombos, o destaque vai para o ator Luis Holiver, que sabe dar o texto com as nuances necessárias para uma excelente atuação. Sextas e sábados, 21h, no Espaço dos Satyros, na Praça Franklin Roosevelt, 214, no Centro. Retire seu ingresso.

Fabi Bang é A Pequena Sereia – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

A Pequena Sereia

O fundo do mar está mais uma vez em São Paulo, com a grande estrela Fabi Bang na pele de Ariel, a sereia mais famosa da Disney. O musical pode ser visto no Teatro Santander, com sessões em diversos horários de quarta a domingo, até 27 de novembro. Com base na clássica história de Hans Christian Andersen, o musical tem como protagonista Ariel, que vive no fundo do mar, mas quer fazer parte do mundo dos humanos. Depois de tomar coragem e fazer um acordo com Úrsula (Andrezza Massei), a esperta bruxa do mar, Ariel embarca na aventura da sua vida. Ao lado de Linguado e Sebastião, Ariel precisará de coragem e determinação para fazer o bem para os seus dois mundos. Retire seu ingresso.

A Grande Jornada do Homem – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

A Grande Jornada do Homem

A narrativa conta a jornada do homem, desde a Pangeia até uma missão a Marte. Uma viagem pela história, cultura e ciência do Ocidente, a narrativa é contada através de diferentes ferramentas de interação com o público como experimentos científicos, vídeos, sketches dramáticos e arte circense. A obra é apresentada pelo ‘Professor D’, personagem de divulgação cultural e científica para crianças, criado por Eduardo Vieira. O espetáculo acontece Viradalata Espaço Capital (Rua Apinajés, 1387, São Paulo), nos dias 15, 12, 22 e 23 de Outubro, às 16 horas. Retire seu ingresso.

Sonhos que Podemos Ter – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Sonhos que podemos ter

Os formandos do Ensino Médio do Colégio Nicette Botelho embarcam em uma viagem repleta de situações. O musical busca demonstrar a pressão de viver de acordo com as expectativas de outras pessoas em detrimento aos próprios desejos e sonhos, e traz uma pergunta a todos: somos aquilo que sonhamos ou aquilo que escolhemos ser? A peça acontece nos dias 15, 22 e 29 de outubro às 17h30 no Teatro Raposo Shopping (Rodovia Raposo Tavares km 14, 5, 11A). Retire seu ingresso.

Lyson Gaster no Borogodó – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo

Lyson Gaster no Borogodó

A peça homenageia a atriz e cantora nascida na Espanha e criada em Piracicaba Lyson Gaster, que se consagrou nas décadas de 1920 a 1948. Os artistas interpretam canções como Rua do Ouvidor, A Fantasia, No Rancho Fundo e Luar do Sertão, entre outras, enquanto apresentam relatos da vida da atriz Lyson Gaster, revigorando fatos importantes dos palcos brasileiros e resgatando parte da história cultural do País. Agostinha Belber Pastor, adotou seu nome artístico de Lyson Gaster inspirada em um personagem de um romance francês. Filha de imigrantes espanhóis que chegaram a Piracicaba no final do século 19, após casar e se separar, Lyson se mudou para São Paulo, onde trabalhou como modista, o que lhe levou a conhecer artistas de teatro que reconheceram seu talento. A peça acontece de 20 de outubro a 25 de novembro no Teatro Bibi Ferreira (Av. Brigadeiro Luiz Antônio, 931, Bela Vista). Retire seu ingresso.

Colaborou Carolina Fayad

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Crítica | Anitta maceta sons do Brasil no álbum À Procura da Anitta Perfeita e supera críticas com hits do verão Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP