São Paulo com Regina Braga faz temporada no Teatro Itália sob direção de Isabel Teixeira

Atriz em cena mostra todo seu amor a São Paulo - Foto: Roberto Setton – Blog do Arcanjo
Atriz em cena mostra todo seu amor a São Paulo – Foto: Roberto Setton – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Depois de brilhar no horário nobre na pele da terapeuta Ana Virgínia, em Um Lugar ao Sol, trama escrita por Lícia Manzo em 2021, desta vez, Regina Braga pode ser vista no teatro. Na peça São Paulo, a atriz volta a externar todo seu amor pela cidade cosmopolita que a acolheu logo que chegou de Belo Horizonte, aos 18 anos.  

Sucesso de público e de crítica, o espetáculo estreia nesta sexta-feira, dia 05 de agosto, no Teatro Itália, localizado no famoso cruzamento de Avenida Ipiranga, 344, com a Avenida São Luís, no coração da República, região central da capital paulista.

A ideia da montagem começou a tomar forma há dez anos, estimulada pela leitura do livro A Capital da Solidão, de Roberto Pompeu de Toledo.

Com este livro, a minha relação com a cidade mudou, passou a ser mais amorosa, de afeto mesmo, buscando entender os lugares descritos no livro, como a forca que existia na Liberdade.

Regina Braga
Atriz
Regina Braga estreia peça dirigida por Isabel Teixeira - Foto: Roberto Setton – Blog do Arcanjo
Regina Braga estreia peça dirigida por Isabel Teixeira – Foto: Roberto Setton – Blog do Arcanjo

São Paulo: megalópole apaixonante

Quem assina a direção deste bonito projeto é ninguém menos que Isabel Teixeira! A atriz está fazendo o maior sucesso em Pantanal, atual folhetim das nove da Rede Globo de Televisão. Na pele da corajosa Maria Bruaca, ela vem conquistando a atenção e o carinho do público em geral.

O espetáculo São Paulo revela histórias encantadoras, garimpadas ao longo de anos, sobre uma cidade que assusta, desafia, acolhe, estimula e sempre surpreende. “A evidente paixão de Regina pela cidade de São Paulo é contagiante, conduz o fio narrativo e envolve completamente quem assiste ao espetáculo”, conta a diretora Isabel Teixeira.

São Paulo, uma cidade que nasceu isolada, escondida e assim permaneceu por quase quatro séculos. Ao longo da peça, se redescobre a transformação da pacata vila com o ciclo do café, que fomentou estradas de ferro e estimulou a imigração; a fundação da Faculdade de Direito no largo de São Francisco, que impactou definitivamente em sua vida cultural e de lazer; o crescimento da cidade para além dos rios Tietê e Pinheiros; o surgimento das periferias a partir dos anos 30 e sua imensa força braçal e cultural; o carnaval do jeito bem paulistano e suas primeiras escolas de samba.

A Regina é uma artista muito completa: escreve, canta, produz, sempre muito viva e inquieta. Eu me reconheço nessa inquietação.

Isabel Teixeira
Diretora da peça

Dividindo o palco com Regina, está um grupo de músicos e atores formado por Xeina Barros (voz e percussão), Alfredo Castro (voz e percussão), Vitor Casagrande/Maik Oliveira (voz, cavaquinho e bandolim) e Gustavo de Medeiros/Guilherme Girardi (voz e violão).

Colaborou Michele Marreira

São Paulo

Onde: Teatro Itália Bandeirantes – Ed. Itália, Avenida Ipiranga, 344, República, São Paulo.
Quando: 05 até 28 de agosto de 2022. Sextas e sábados, às 20h. Domingos, às 19h.
Quanto: De R$45,00 (meia) e R$90,00 – Retire seu ingresso!

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos