Festival de Curitiba volta ao presencial com 200 atrações, 4 mil empregos gerados e 900 artistas

O idealizador e diretor do Festival de Curitiba Leandro Knopfholz – Foto: Daniel Sorrentino – Blog do Arcanjo

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Foi dada a largada na noite desta segunda (28), com festa de abertura no Museu Oscar Niemeyer (MON), no maior evento de artes cênicas da América Latina. O Festival de Curitiba retoma programação presencial como marco da retomada e resistência do setor cultural após tempos tão cruéis provocados pela pandemia. Ao completar 30 anos, o evento volta robusto para esta comemoração.

O Festival de Curitiba terá em torno de 200 atrações, das quais 25 espetáculos integram a Mostra Lucia Camargo, que resgata a história do evento. Cerca de 900 artistas estão envolvidos nos espetáculos e suas produções. Ao todo, são gerados 4 mil empregos, entre diretos e indiretos.

“Essa é uma edição especial! Uma edição da celebração e do reencontro. Vamos preencher as ruas e os teatros com espetáculos, olhar para a memória desses 30 anos, homenagear pessoas importantes para o Festival, dar ênfase para espaços de diálogos e formação, além de dar o primeiro passo para o digital, com a criação de uma plataforma que facilita a conexão profissional de todos que trabalham com a cena, de atores a fornecedores, divulgando pessoas e oportunidades de trabalho. Na comemoração dessas três décadas vamos celebrar na rua, nos teatros e no universo digital”, afirmam Leandro Knopfholz e Fabíula Passini, diretores do Festival de Curitiba.

A diretora do Festival de Curitiba Fabiúla Passini – Foto: Daniel Sorrentino – Blog do Arcanjo

Até 10 de abril, durante duas semanas, a capital paranaense respirará arte por todos os lados.

Entre as atrações, 25 espetáculos integram a mostra Lúcia Camargo. Nesta edição, o objetivo é promover um resgate histórico dos 30 anos do evento, reunindo companhias, diretores e atores que passaram pelos palcos durante o período.

Em cartaz, montagens de sucesso e com a presença de nomes conhecidos nacionalmente, como Mateus Solano, Vladimir Brichta, Júlia Lemmertz, Denise Fraga, Guta Stresser, Luís Melo, Deborah Colker, Denise Stoklos, Ranieri Gonzales Emicida, Nicole Puzzi, Rosana Stavis, Edson Bueno.

Gerald Thomas e Fabiana Gugli falam da estreia de G.A.L.A no Festival de Curitiba – Foto: Daniel Sorrentino – Blog do Arcanjo

Destaques da programação

Como estreia nacional, o aguardado espetáculo “G.A.L.A”, que marca o retorno do premiado autor e diretor Gerald Thomas ao Festival. Já entre as pré-estreias nacionais estão “Tudo”, comédia dramática com direção de Guilherme Weber, e “A Aforista”, novo texto do dramaturgo Marcos Damaceno.

Destaque também para as remontagens, com “O Casamento”, da companhia Os Fodidos Privilegiados, que estreou no Festival em 1997; com “Conselho de Classe”, da Cia. dos Atores, do Rio de Janeiro, que esteve na programação de 2014; com “Parlapatões Revistam Angeli”, sucesso de crítica na Mostra de 2013; e de “Till, A Saga de um Herói Torto”, estreia do Grupo Galpão no Festival em 2010 e que retorna dentro das comemorações dos 40 anos da companhia.

Fortalecendo a união da dramaturgia com a música, a 30.ª edição também apresenta o show “AmarElo”, de Emicida, no Guairão, como também os musicais “A Hora da Estrela ou O Canto de Macabéa”, adaptação da obra de Clarice Lispector com músicas originais de Chico César; “Brasileiro, profissão: esperança”, um clássico dos anos 70 que já contou com interpretações de grandes nomes da MPB; e “Cordel do Amor Sem Fim”, com direção, cenário e figurino de Gabriel Villela.

A Mostra Lúcia Camargo é apresentada por EBANX, Paraná Banco, Governo do Estado do Paraná e New Holland, com patrocínio de ClearCorrect, Vonder, SulAmérica e Novozymes.

E ainda tem diversas outras mostras, entre as quais a Festival na Rua, que espalhará arte de graça para diversos pontos da cidade, com mais de 130 apresentações, distribuídas em 11 espaços.

Importância histórica

É emprego e arte e Curitiba no mapa dos principais eventos culturais do mundo.  A atriz Inês Peixoto, do Grupo Galpão, destaca a importância da retomada do evento.

“Temos uma vida junto ao Festival e esse retorno é muito emocionante e importante para o Brasil e para o mundo do teatro. É um incentivo para que as coisas continuem. Recebemos esse convite com muita alegria, como se fosse uma injeção de ânimo, uma vitamina artística”.

Com 40 anos de história, o grupo participa do Festival de Curitiba desde a primeira edição, em 1992. Neste ano apresentará a peça “Till, a Saga de um Herói Torto”.

 A Cia dos Atores, do Rio de Janeiro, também está presente no Festival de Curitiba desde a primeira edição e agora volta para a edição célebre de 30 anos com a peça “Conselho de Classe”.

Para Susana Ribeiro, uma das diretoras da peça, a volta do maior evento de artes cênicas da América latina com espetáculos presenciais representa um marco da retomada da cultura.

“Dá uma alegria de viver. É uma beleza voltarmos para o palco e criar relação de corpo a corpo com o público. Além de conviver com outras produções, pois essa é a beleza de um festival. É o momento de encontrarmos pessoas, nos apoiarmos e trocarmos”.

Público na bilheteria do Festival de Curitiba – Foto: Melito – Blog do Arcanjo

Festival na Rua

A rua será palco da 30° Festival de Curitiba. De 1 a 9 de abril, a Mostra Festival na Rua transformará os espaços públicos e mudará a rotina da capital paranaense, levando a arte para vários pontos da cidade, tudo totalmente gratuito. É a arte ao alcance de todos.

Serão cerca de 60 companhias locais, 11 espaços e um total de 130 apresentações. A novidade é que nesta edição quatro espaços terão estrutura de palco, com iluminação e sonorização. São eles: Ruínas São Francisco, Praça Santos Andrade, Centro Cultural do Boqueirão e Praça Rui Barbosa.

A programação ainda conta com outros seis espaços preparados para receber apresentações: Calçadão e Parque de São José dos Pinhais, Praça da Bíblia – em Araucária -, Largo da Ordem, Centro Pop Plinio Tourinho, Parque Barigui e Boca Maldita.

“O Festival na Rua busca a democratização da cultura, pois não há cobrança de ingressos e acomodamos maior número de pessoas de maneira acessível a todas as classes sociais”, afirma a coordenadora da mostra, Carol Scabora.

O Festival na Rua terá a participação de companhias locais, com o objetivo de estimular a economia criativa na região, por meio da contratação de artistas e fornecedores do município. O evento envolverá mais de 400 artistas e conta com cerca de 50 pessoas na organização.

iUm grande incentivo à cultura e valorização dos profissionais ligados ao setor. E para que tudo isso seja possível, o Festival montou uma grande estrutura.

Cada espaço tem um produtor – responsável por manter a programação e o cumprimento dos horários -, e equipe técnica com assistente, maquinista, técnico de luz e técnico de som, além da equipe de logística e seguranças.

A Mostra Festival na Rua é apresentada por Uninter, Junto Seguros, Banco CNH Industrial e Bosch, com patrocínio de Vivo, Instituto Cultural Vale e Da Magrinha 100% Integral, Copel e Governo do Estado do Paraná.

Mostras Convidadas

Além das 25 atrações, a Mostra Lúcia Camargo também contará com duas mostras convidadas em espaços alternativos: a 6ª Mostra Ave Lola, uma programação ao ar livre com variadas expressões artísticas, e a Mostra Pôr do Sol, produzida pelo Campo das Artes, projeto do ator e diretor Luís Melo, em São Luiz do Purunã, (a 60 km de Curitiba) em parceria com o cantor, ator e diretor Marcio Juliano.

A Mostra Pôr do Sol marca também a inauguração do espaço ao público.

Viva! 30 Anos por Lenise Pinheiro

Ainda dentro da programação comemorativa, o Festival de Curitiba promove a exposição gratuita “Viva! 30 Anos por Lenise Pinheiro”, de 29 de março a 29 de abril, no Museu Oscar Niemeyer (MON), com intervenções urbanas em vários espaços na cidade.

Será um recorte de 408 fotografias e imagens do acervo da cobertura exclusiva dessas três décadas de evento pelas lentes da fotógrafa Lenise Pinheiro, uma das maiores referências em fotografia documental do teatro brasileiro, num panorama da evolução dos artistas e da estética dos espetáculos no período.

“Tem aquecimento de peças, muita foto em cena. Tem Bia Lessa conversando com uma atriz, Chico César comovido com o autor da peça. Uma característica da exposição é que não tem ator ruim. A excelência dos trabalhos é que levou as escolhas”, explica a fotógrafa.

A exposição “Viva! 30 Anos por Lenise Pinheiro” é apresentada por Paraná Banco, Governo do Estado do Paraná e Grasp, com patrocínio de Banco RCI Brasil, Chocolates Weissburg e Grupo Servopa.

Interlocuções

O Interlocuções mantém seu foco em ações formativas, que objetivam a experiência e a integração entre artistas e público, além de atrair estudantes e grupos estimulando o pensamento crítico sobre as artes cênicas.

Uma novidade de 2022 é uma mesa de debates sobre jornalismo cultural, com participação de profissionais dos principais veículos de comunicação do país.

Com curadoria de Celso Curi e de Giovana Soar, estão na programação de 2022 os debates, encontros, palestras, oficinas, filmes e lançamentos de livros. Parte das oficinas contam com vagas limitadas e as inscrições podem ser feitas pelo e-mail interlocucoes@festivaldecuritiba.com.br

O Interlocuções é apresentado por Copel Telecom, Sanepar e Governo do Estado do Paraná, com patrocínio da Klabin, da Celepar e da Vonder

Guritiba 

O Guritiba é um projeto anual que tem seu pontapé inicial no Festival de Curitiba. Impacta anualmente mais de 30 mil crianças e chega ao seu 13 º ano com atrações para toda a família. Brincadeiras, shows e apresentações teatrais, como as comédias infantis “Momo e o Senhor do Tempo” e “Henriques”, estão na programação. O intuito é de formar plateias e tornar mais amplo o acesso à arte e à cultura.

O Guritiba é apresentado por Peróxidos do Brasil, Banco CNH Industrial, Da Magrinha 100% Integral e Schattdecor, com patrocínio da NTT DATA, Brose, Berneck e Cimento Itambé.  https://www.instagram.com/programa.guritiba/ 

 MishMash 

Mostra de variedades artísticas e performáticas que diverte famílias inteiras com números de malabarismo, mágica, mímicas, circo, palhaçaria, música, entre outras vertentes, o MishMash ocorrerá nos dias 8 e 10 de abril, na Live Curitiba, tendo como anfitrião o famoso Palhaço Alípio, que já confirma a presença de artistas como o ilusionista Willian Seven, o equilibrista Fábio Salgueiro, manobras de bike aérea com Marina Prado, entre outras atrações. https://www.instagram.com/mishmash.oficial/

O MishMash é apresentado por Thales Group, Balaroti, Gelopar e Farmácias Nissei, com patrocínio de Vianmaq Equipamentos, Grupo Arotubi, Cocamar e Cimento Itambé.

Risorama

Um grande comedy club com os maiores nomes do humor do país, em um pot-pourri de apresentações com a possibilidade de serviço de bar para o público, tendo como anfitrião um dos percursores do stand-up no Brasil, Diogo Portugal.

Ao chegar em seu 18º ano, o mais tradicional festival de comédia do país ocorrerá de 31 de março até 5 de abril, na Live Curitiba, com nomes já confirmados como Thiago Ventura, Fábio Porchat, Danilo Gentili, Igor Guimarães, entre outros. https://www.instagram.com/risoramaoficial/

O Risorama é apresentado por Paraná Banco, Grupo Potencial, Balaroti e Supermax, com patrocínio de Grasp, Grupo Barigüi, Helisul Aviação, Paganini e Havan, tendo como cerveja oficial a Cacildis.

Circuito Espaço Aberto

O Circuito Espaço Aberto recebe apresentações de artistas da Grande Curitiba e convidados em seus próprios espaços, integrando a programação da 30ª edição do Festival de Curitiba. Serão 52 espetáculos, sendo 5 gratuitos e 15 no sistema “Pague Quanto Puder”, com atrações para diferentes idades e espalhados por toda a cidade.

Acompanhe todas as novidades e informações pelo site do Festival de Curitiba www.festivaldecuritiba.com.br, pelas redes sociais disponíveis, no Facebook @fest.curitiba, pelo Instagram @festivaldecuritiba e pelo Twitter @Fest_curitiba.

+ Blog do Arcanjo no Festival de Curitiba!

30º Festival de Curitiba

Quando: De 28/03 a 10/04 de 2022.

Valores:

Mostra Lúcia Camargo – De R$ 40 a R$ 80,00 (entrada inteira), + taxa administrativa.

Risorama – De R$ 40 a R$ 80,00 (entrada inteira) + taxa administrativa
Circuito Espaço Aberto – De R$ 0 a R$ 80 (entrada inteira) + taxa administrativa MishMash – De R$ 25 a R$ 50,00 (entrada inteira) + taxa administrativa

Programa Guritiba – De R$ 25 a R$ 50,00 (entrada inteira) + taxa administrativa

Ingressos: www.festivaldecuritiba.com.br e na bilheteria física exclusiva do Shopping Mueller (piso L2), de segunda-feira a sábado, das 10h às 22h; domingos e feriados, das 14h às 20h.

Verifique a classificação indicativa e orientações de cada espetáculo

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Huffpost Brasil, Notícias da TV, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, Rede Brasil, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso