Paulo Niemeyer Filho é novo imortal da ABL

Médico e escritor foi eleito para ocupar cadeira 12, que era de Alfredo Bosi

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Academia Brasileira de Letras elegeu, no dia 18 de novembro, em sessão híbrida no Petit Trianon, o novo ocupante da Cadeira 12 de seu Quadro de Membros Efetivos, vaga com o falecimento do Acadêmico e professor Alfredo Bosi, ocorrido no dia 7 de abril de 2021. O vencedor foi o médico e escritor Paulo Niemeyer Filho, que recebeu 25 votos. A eleição ocorre após a entrada de dois novos membros ilustres, Fernanda Montenegro e Gilberto Gil.

Fundada pelo escritor negro Machado de Assis, a ABL vem sendo criticada nos últimos tempos pela falta de diversidade entre seus componentes, já que a ampla maioria é composta por homens brancos. Nos últimos anos, a Academia Brasileira de Letras perdeu a chance de eleger o compositor Martinho da Vila e a escritora Conceição Evaristo, que chegaram a se candidatar, mas não foram aceitos pelos membros.

Participaram da eleição 34 Acadêmicos de forma presencial ou virtual (um não votou por motivo de saúde). Os ocupantes anteriores da cadeira 12 foram: Urbano Duarte (fundador) – que escolheu como patrono França Júnior –, Augusto de Lima, Vítor Viana, José Carlos de Macedo Soares, Abgar Renault e Dom Lucas Moreira Neves. 

Paulo Niemeyer entra para a Academia Brasileira de Letras como agente da ciência e da cultura, em sintonia com o humanismo e a modernidade. Sua presença reafirma o compromisso desta Casa com o conhecimento integral, de que ele, Paulo, é mestre consumado”, declarou o Presidente da ABL.”

Marco Lucchesi
Presidente da Academia Brasileira de Letras (ABL)

O ACADÊMICO ELEITO 

Paulo Niemeyer Filho nasceu no dia 9 de abril de 1952, no Rio de Janeiro. Filho de Paulo Niemeyer Soares e Maria Pia Rafaela Guilhermina Alice Torres Guimarães, graduou-se pela Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 1975. Iniciou sua residência em Neurocirurgia na Clínica Neurocirúrgica Dr. Paulo Niemeyer, na Casa de Saúde Dr. Eirasm e dedicou seu primeiro ano de residência ao estudo da Neurologia e Neurorradiologia, no The National Hospital for Nervous Diseases, Institute of Neurology, University of London, Queen Square, onde estagiou como Post-Graduate Fellow.

Em 1977, foi nomeado Chefe do Serviço de Neuro-Tomografia Computadorizada da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro. No ano seguinte, foi contratado como médico Neurocirurgião do Hospital Municipal Souza Aguiar. Em 1979, introduziu, no Brasil, nova técnica microcirúrgica para tratamento de nevralgia do trigêmio, que teve a oportunidade de aprender na University of Gainsville, na Flórida. Ao final de 1979 foi nomeado Diretor do Instituto de Neurocirurgia da Santa Casa da Misericórdia do Rio de Janeiro.

Em 1980, após exame de seleção, obteve o Título de Especialista em Neurocirurgia, outorgado pela Associação Médica Brasileira e Sociedade Brasileira de Neurocirurgia. Em 1982, foi aprovado em exame de seleção, como Membro Titular do Colégio Brasileiro de Cirurgiões. Foi nomeado Professor Adjunto e Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Neurocirurgia da Fundação Carlos Chagas, em 1983.

Neste mesmo ano, foi nomeado Chefe do Serviço de Neurocirurgia da Escola Paulista de Medicina, aprovado pela banca examinadora. Em 1984 completou o curso “The Use of Lasers in Neurological Surgery”, realizado no Mayfield Neurological Institute, Cincinnati, Ohio, sob a direção do Prof. John Tew. Em 1984, como Membro Fundador, foi eleito Presidente da Sociedade de Neurocirurgia do Rio de Janeiro e membro do Conselho Superior da Sociedade de Medicina e Cirurgia do Rio de Janeiro. Foi eleito Irmão da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro em 1985.

Em 1986 realizou concurso para Professor Titular de Neurocirurgia da Escola Médica de Pós-Graduação da PUC-Rio, tendo sido aprovado em 1º lugar. Em 1987, foi aprovado como Membro Internacional da Sociedade Norte-Americana Congress of Neurological Surgeon. Em 1989, foi eleito Membro do Neurotraumatology Committee do Word Federation of Neurological Societies. É Vice-Diretor da Escola Médica de Pós-Graduação da PUC-Rio, nos biênios 1992-1994 e 1994-1996 e Diretor da Escola Médica de Pós-Graduação da mesma instituição nos biênios 1996-1998 e 1998-2000.

Atualmente é Diretor Médico do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer e Membro do Conselho da Fundação do Câncer. Na ocasião de sua candidatura como Membro Titular da Academia Nacional de Medicina, apresentou memória intitulada “Experiência com a Cirurgia dos Aneurismas Intracranianos da Fossa Posterior”. 

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *