São Paulo terá 5 novas estátuas de personalidades negras

Carolina Maria de Jesus terá estátua no Parque Linear Parelheiros, região de São Paulo na qual viveu a escritora de Quarto de Despejo – Divulgação

Por MIGUEL ARCANJO PRADO
@miguel.arcanjo

Valorizar referências negras para a população é fundamental na construção de um mundo melhor e mais diverso. A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, decidiu instalar cinco novas estátuas na cidade, todas homenageando personalidades negras com atuação histórica na maior metrópole brasileira. “Considero esse um dos mais importantes legados de nossa passagem pela Secretaria de Cultura”, declarou Alê Youssef, secretário de Cultura da Cidade de São Paulo. A ação faz parte da Semana de Valorização do Patrimônio, que discute o patrimônio histórico da cidade neste mês de agosto. O Blog do Arcanjo conta quais serão as estátuas, que deverão ser instaladas em ate 180 dias.

Considero esse um dos mais importantes legados de nossa passagem pela Secretaria de Cultura.”
Alê Youssef
Secretário de Cultura da Cidade de São Paulo, sobre 5 novas estátuas de personalidades negras na capital paulista

Carolina Maria de Jesus

Estátua representando a escritora Carolina Maria de Jesus, autora de Quarto de Despejo e diversos outros livros.
Localização: Parque Linear Parelheiros, onde Carolina viveu por muitos anos, onde se encontram o Centro de Cidadania da Mulher e o Ponto de Leitura Carolina de Jesus.

Geraldo Filme

Estátua do músico sambista Geraldo Filme.
Localização: Praça David Raw, na Barra Funda, próximo ao antigo Largo da Banana, muito frequentado por Geraldo e marca do Samba Paulistano; aprovado por pessoas do movimento e pela própria família do Geraldo.

Adhemar Ferreira da Silva

Estátua do atleta olímpico e tri-campeão pan-americano em salto triplo.
Provável localização: Canteiro central da Avenida Braz Leme (Casa Verde), no bairro onde o atleta sempre morou na Casa Verde e onde clubes de atletismo surgiram a partir do sucesso dele. O próprio campo do São Paulo que ele treinava era onde hoje temos o estádio do Canindé. Propomos a instalação da escultura no canteiro central da Av. Braz Leme onde muitas pessoas correm e andam de bicicleta, e era um caminho que Adhemar fazia em direção à casa dele.

Deolinda Madre (Madrinha Eunice)

Estátua da sambista e ativista negra Deolinda Madre, mais conhecida como madrinha Eunice, fundadora da primeira escola de samba da capital, a Lavapés.
Localização: Praça da Liberdade (sugerido pelos familiares e pesquisador sobre o Samba Tadeu Kaçula).

Itamar Assumpção 

Estátua do cantor, compositor e musicista Itamar Assumpção.
Localização: A Prefeitura ainda está em contato com a família do artista para indicação de lugares possíveis para a homenagem, mas localidades como a Casa de Cultura da Penha, onde Itamar gravou a trilogia Bicho de 7 cabeças, em 1993, e que também conta com um estúdio em sua homenagem e no bairro onde ele nasceu; e a Praça Benedito Calixto, importante espaço cultural da cidade próximo ao antigo teatro Lira Paulistana, já estão sendo considerados. Em 2020, a Prefeitura inaugurou uma estátua na Praça Clóvis Bevilácqua que celebra a grandiosidade do legado arquitetônico de Joaquim Pinto de Oliveira (1721-1811), ex-escravizado que ficou célebre com a alcunha de Tebas.

Placas da Memória Paulistana

A Semana de Valorização de Patrimônio instala ainda 50 placas do projeto Memória Paulistana. As novas placas dizem respeito ao concurso cultural de 2020 e outras pesquisas do Departamento.

Uma das novas placas homenageia o advogado Luiz Gama. Diz a inscrição: “O abolicionista autodidata (1830- 1882) viveu e teve seu primeiro escritório neste endereço, tendo libertado judicialmente mais de 500 escravizados. Em 2015, foi reconhecido advogado pela Ordem nacional”. Ela será instalada na R. 25 de Março, 595, no Centro.

Outras placas dizem respeito ao arquiteto Ramos de Azevedo (R. Pirapitingui, 111), o Teatro Brasileiro de Comédia (R. Major Diogo, 311/315), ao Guinga’s Bar (Av. Sapopemba, 13.780), Favela do Canindé (Rua Azurita, 100), ao terreiro Axé Ilê Obá (R. Azor Silva, 77) e ao filme Eles Não Usam Black-Tie, de Leon Hirzsmann, que completa 40 anos em 2021 (Rua Domingos Vega, 816 – Brasilândia).

Disponível na Plataforma Geosampa, o levantamento chamado Inventário Memória Paulistana identifica lugares referenciais para a memória dos diversos grupos sociais da cidade, independente da continuidade da prática ou da existência no presente do imóvel que se constituiu como referência. A identificação é feita por meio das placas azuis com 35 cm de diâmetro.

Elis, Adoniran e Penha

No dia 21 de agosto, às 20h, a Vila Itororó recebe o espetáculo “Adoniran reencontra Elis na Vila”. Dirigido por Paula Klein, a performance musical reinventa o episódio dos anos 1970, no qual Adoniran Barbosa andou pelas ruas do Bixiga apresentando o bairro para Elis Regina e entraram na Vila Itororó.

Com transmissão online e também presencial, o Centro Cultural da Penha realiza o Roteiro Histórico da Penha, nos dias 21, 22 e 29 de agosto, contando a história e curiosidades do bairro. O roteiro será guiado pelo Grupo Ururay, referência na pesquisa de patrimônio histórico na zona leste da cidade. Nos mesmos dias, o Centro Cultural da Penha também oferece uma visitação guiada para conhecer o espaço.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

O jornalista e crítico de artes Miguel Arcanjo Prado é mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação pela UFMG e crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Está entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se. Passou por Globo, Record, Folha, Abril, Band e UOL. Dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo na OLA Podcasts. Foto: Edson Lopes Jr.

© Blog do Arcanjo – Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados | Proibida reprodução sem citação com link.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *