Fito Páez faz show em Buenos Aires na volta dos espetáculos na Argentina

Por Hernani Natale, da Télam

Sozinho com seu piano e apoiado por um impressionante set munido de canções próprias e alheias que abrigam o grande universo musical do qual se inspira, Fito Páez retomou na quinta (11) o contato face a face com o público, em intimista show oferecido no Teatro Coliseo de Buenos Aires, onde convergiram a celebração do reencontro e o compromisso emocional.

Um homem com Um Piano foi o nome deste espetáculo em que o rosarino integrou algumas composições recentes com clássicos de toda a sua carreira, resgatou joias antigas e reavaliações de algumas canções que surgiam em tempos em que os seus discos passavam despercebidos.

Mas a apresentação também se caracterizou por um repertório que apresentava o universo musical vital de Fito, com apelos diretos a grandes artistas como Charly García, Carlos Gardel, Ástor Piazzolla (cujo centenário de nascimento foi celebrado naquele dia), Bob Dylan, que escolheu reverter, e Luis Alberto Spinetta, presente por meio de uma homenagem sutil.

A sensibilidade crua compartilhada pelo artista e seu público durante o longo ano sem ver seus rostos, o espírito de celebração e o formato solo escolhido, com sua consequente liberdade para fazer variações e brincar com os climas, prepararam o terreno para esta substancial crítica musical.

“Não sabem como me preparei para este concerto; como nunca antes”, confessou o músico aos fãs. Entre as canções do repertório estiveram Tumbas de la Gloria, Mariposa Technicolor e El Vestido y Un Amor, encerrando com Y Dale Alegría a Mi Corazón.

“Um homem com um piano” foi repetido na sexta, (12) e voltará ao Teatro Coliseo de Buenos Aires nos dias 17 e 18 de março, diante do sucesso de venda de ingressos.

Siga @miguel.arcanjo

Inscreva-se no canal Blog do Arcanjo

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é miguel-arcanjo-prado-foto-edson-lopes-jr.jpg

Um dos mais influentes e respeitados jornalistas e críticos culturais do Brasil, Miguel Arcanjo Prado dirige o Blog do Arcanjo e o Prêmio Arcanjo. É mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia e Cultura pela ECA-USP, bacharel em Comunicação Social pela UFMG e crítico da APCA – Associação Paulista de Críticos de Artes, da qual foi vice-presidente. Coordena a Extensão Cultural da SP Escola de Teatro e faz o Podcast do Arcanjo. Foi eleito entre os melhores jornalistas de Cultura do Brasil pelo Prêmio Comunique-se e Prêmio Governador do Estado de São Paulo. Passou por Globo, Record, R7, Record News, Folha, Abril, Contigo, Superinteressante, Band, Gazeta, UOL, Uma, Rede TV!, TV UFMG e O Pasquim 21. É jurado das premiações Prêmio Arcanjo, Sesc Melhores Filmes, Prêmio Bibi Ferreira, Prêmio Destaque Digital, Melhores do Ano Guia da Folha, Prêmios ANCEC e Prêmio Canal Brasil de Curtas. É vencedor do Troféu Nelson Rodrigues, Prêmio Destaque em Comunicação Nacional ANCEC, Troféu Inspiração do Amanhã e Prêmio África Brasil.
Foto: Edson Lopes Jr.
© Blog do Arcanjo – Entretenimento e Cultura por Miguel Arcanjo Prado | Todos os direitos reservados.

O atributo alt desta imagem está vazio. O nome do arquivo é podcast-do-arcanjo.jpg
Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo