Espetáculo Alguma Coisa Acontece celebra o Natal em cartões postais de São Paulo

Os atores Filipe Celestino e Gabrielle Araújo mostram os vídeos de Eduardo Silva e Miriam Mehler para a peça urbana Alguma Coisa Acontece, que integra o Festival de Natal da Prefeitura de SP em cartões postais da metrópole – Fotos: Altair Buzelli/Divulgação – Blogdoarcanjo.com

Por Miguel Arcanjo Prado

Cartões postais de São Paulo, como Masp, Anhangabaú, Ipiranga com São João e Edifício Martinelli viram palco para os atores Gabrielle Araújo, Francine Souza, Filipe Celestino e Paulo Arcuri de 15 a 23 de dezembro no espetáculo natalino Alguma Coisa Acontece. O título é emprestado do verso inicial da clássica canção Sampa, composta por Caetano Veloso em 1978.

Alguma Coisa Acontece: o ator Filipe Celestino em frente ao Masp – Fotos: Altair Buzelli/Divulgação – Blogdoarcanjo.com


A montagem, que integra a programação do Festival de Natal da Prefeitura de São Paulo, celebra a metrópole e conta ainda com participações em vídeo de grandes nomes do teatro paulistano. O Blog do Arcanjo adianta quem gravou: Zé Celso, João Acaiabe, Eduardo Silva, Clarisse Abujamra, Dirce Thomaz, Esther Antunes, Miriam Mehler, Pascoal da Conceição e Renato Borghi. Assinam a dramaturgia Ave Terrena, Dione Carlos e Verônica Gentilin. Luiz Fernando Marques dirige a trupe e também idealizou o projeto ao lado de Flavio Barollo e Gabrielle Araújo.

Alguma Coisa Acontece: a atriz Gabrielle Araújo na ciclovia da av. Paulista – Fotos: Altair Buzelli/Divulgação – Blogdoarcanjo.com

Sobre os sentimentos que colocou na música Sampa, Caetano Veloso declarou à Folha de S.Paulo em 2004: “Cheguei com a [Maria] Bethânia, e a cidade nos pareceu feia, não parecia grande… nos pareceu provinciana, com aqueles cartazes de cinema de mau gosto. Tinha algo de cidade do interior”. Ele reiterou que não achava mais as paulistanas deselegantes: “Hoje a paulistana já é pop, é Daslu, é São Paulo Fashion Week, e as meninas de São Paulo hoje são elegantes. Não eram!”, pontuou o compositor baiano.

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *