Geondes Antonio é o novo coordenador do Teatro Paulo Eiró

Por Miguel Arcanjo Prado

O produtor cultural Geondes Antonio assumiu nesta quinta (5) a coordenação do Teatro Paulo Eiró, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo localizado em Santo Amaro, na zona sul e que leva o nome do poeta e dramaturgo nascido no bairro, Paulo Eiró (1836-1871).

“É um teatro lindo, de arquitetura modernista, que será reaberto em breve. Agradeço profundamente ao Pedro Granato, Coordenador Geral dos equipamentos culturais, pela oportunidade e confiança, para que eu possa exercer o desafio de lavorar neste espaço público, tradicional da cidade de São Paulo”, declarou o produtor cultural.

“Sou um trabalhador do teatro e é esse lugar que me chama, sempre. Preciso agradecer aos amigos que me receberam com todo o carinho: Patricia Ruggero do Cacilda Becker, Niltinho Bicudo do Alfredro Mesquita, Nathália do Arhur Azevedo (que estão comigo na foto) , Leandro do João Caetano, Julio Doria da programação, Silvia Luisada, maestrina da Ofisa, Bernardo Galegale pela delicadeza de sempre e todos os colegas dos equipamentos culturais e claro, ao Secretário de Cultura, Hugo Possolo. Evoé. Evoé. Viva o teatro!”, concluiu Geondes Antonio.

Ver essa foto no Instagram

Amigas e amigos do meu coração. Hoje, 5 de novembro, fui nomeado Coordenador do Teatro Paulo Eiró em Santo Amaro. É um teatro lindo, de arquitetura modernista, que será reaberto em breve. Agradeço profundamente ao Pedro Granato, Coordenador Geral dos equipamentos culturais, pela oportunidade e confiança, para que eu possa exercer o desafio de lavorar neste espaço público, tradicional da cidade de São Paulo. Sou um trabalhador do teatro e é esse lugar que me chama, sempre. Preciso agradecer aos amigos que me receberam com todo o carinho: Patricia Ruggero do Cacilda Becker, Niltinho Bicudo do Alfredro Mesquita, Nathália do Arhur Azevedo ( que estão comigo na foto ) , Leandro do João Caetano, Julio Doria da programação, Silvia Luisada, maestrina da Ofisa, Bernardo Galegale pela delicadeza de sempre e todos os colegas dos equipamentos culturais e claro, ao Secretário de Cultura, Hugo Possolo. Evoé. Evoé. Viva o teatro!

Uma publicação compartilhada por Geondes Antonio (@geondes) em

Miguel Arcanjo Prado é jornalista, mestre em Artes pela UNESP, pós-graduado em Mídia, Informação e Cultura pela ECA-USP e bacharel em Comunicação Social pela UFMG. Eleito três vezes pelo Prêmio Comunique-se um dos melhores jornalistas de Cultura do Brasil. Nascido em Belo Horizonte, vive em São Paulo desde 2007. É crítico da APCA, da qual foi vice-presidente. Passou por Globo, Record, Folha, Contigo, Editora Abril, Gazeta, Band, Rede TV e UOL, entre outros. Desde 2012, faz o Blog do Arcanjo, referência no jornalismo cultural. Em 2019 criou o Prêmio Arcanjo de Cultura no Theatro Municipal de SP. Em 2020, passou a ser Coordenador de Extensão Cultural e Projetos Especiais da SP Escola de Teatro e começou o Podcast do Arcanjo em parceria com a OLA Podcasts. Foto: Bob Sousa.

Siga @miguel.arcanjo

Ouça o Podcast do Arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *