Memória do Teatro: Hermanas Son las Tetas, 2015

Liza Caetano e Lauanda Varone na peça Hermanas Son las Tetas, de Juan Manuel Tellategui, em 2015 – Foto: Eduardo Enomoto – Blog do @miguel.arcanjo

Por Miguel Arcanjo PradoFoto Eduardo Enomoto

Uma amava a efêmera glória da fama. A outra queria um mergulho cênico-intelectual profundo. Duas irmãs atrizes rivais e de estilos completamente diferentes eram o coração pulsante, e altamente irônico, da peça Hermanas Son Las Tetas, escrita e dirigida por Juan Manuel Tellategui, artista argentino radicado em São Paulo que celebrou seus 20 anos de carreira no teatro com este espetáculo protagonizado pelas atrizes Lauanda Varone e Liza Caetano. A temporada em 2015, na Sala Alberto Guzik da SP Escola de Teatro, ainda contou com 12 diferentes performers especialmente convidados para encerrar cada sessão. A obra ainda participou do Festival de Teatro de Curitiba e da Satyrianas.

Sobre a montagem, o blog La Poderosa escreveu: “O espetáculo traz uma história da rotina teatral dentro do próprio teatro, além de flertar com o próprio cinema […] As personagens vivem situações reais de quem tenta achar o lugar ao sol nos palcos do teatro. Dilemas que são permeados de humor ácido, unindo drama e comédia. O colorido do figurino e a tensão forte da relação entre as duas mulheres casa bem com as personagens de um filme do espanhol Pedro Almodóvar. O desgaste entre o duo também dialoga com o filme O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”. Na época, aplaudiram o espetáculo nomes como as atrizes Phedra D. Córdoba, Lucia Capuani, Marba Goicochea e Cléo De Páris, os atores Ivam Cabral e Zécarlos de Andrade, o então presidente da APCA, José Henrique Fabre Rolim, os jornalistas Lidiane Shayuri e Michael Keller e os diplomatas do Consulado da Argentina em São Paulo Gabriel Rivera e Ana Peñaloz.

Imagem do abre: As atrizes Liza Caetano e Lauanda Varone na peça Hermanas Son las Teatas, de Juan Manuel Telaltegui. Foto: Eduardo Enomoto – Arquivo Blog do @miguel.arcanjo

Satyrianas 2014 no olhar de Eduardo Enomoto – Blog do Arcanjo
O autor e diretor de Hermanas Son las Tetas, Juan Manuel Tellategui, à frente da equipe do espetáculo, após sessão no Festival Satyrianas de 2015 – Foto: Eduardo Enomoto – Blog do @miguel.arcanjo

Hermanas son las Tetas

Hermanas Son las Tetas
Quando: De 02/10 a 25/10/2015 – Sextas e Sábados às 21h30; Domingos às 18h
Texto e direção: Juan Manuel Tellategui
Com Lau Varone e Liza Caetano

Sinopse: “Imagine um ano na vida de duas irmãs. De crianças, foram meninas prodígio. Hoje, são obrigadas a conviver, dependendo uma da outra. Agora, imagine duas atrizes que representam confrontos ideológicos nos quais já não mais acreditam. Imagine que realidade e ficção se misturam, abrindo caminho ao “entre”. A vida já não é do jeito que ela é, mas, sim, como se apresenta nos sonhos…”

12 performers convidados
02/10 – Will Nygma
03/10 – Eloy De Mello Nunes
04/10 – Rodrigo Sampaio
09/10 – Zé Alberto Martins
10/10 – Savio Andrade
11/10 – Natã M. Queiroz
16/10 – Dan Oli
17/10 – Alphio Solar
18/10 – Andrew Persí
23/10 – Glaucivan Gurgel
24/10 – André Lino
25/10 – Régis Schazzitt

Serviço: SP Escola de Teatro – Sala Alberto Guzik
(praça Franklin Roosevelt, 210, Consolação, metrô República, São Paulo, SP)
50 lugares
Reservas: 3775-8600
R$ 20 e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação: 12 anos

Vozes em off: Dione Leal, Gustavo Ferreira, Quim Gama, Rodolfo García Vázquez; André Latorre, Lucimar De Santana, Marina T. Francisco, Maurício Mangini, Zecarlos De Andrade
Gravação das vozes em off: Renato Navarro e Juan Manuel Tellategui
Locução de abertura: Diego Herrera
Figurino e Cenografia: Las Tetas Cia. de Teatro
Desenho de luz: Osvaldo Steavnv e Flávia Servidone
Operação de luz: Clara Caramez, Flávia Servidone, Osvaldo Steavnv e Warllen Martins
Fotos de cena: Eduardo Enomoto
Fotos de estúdio: Abner Felix

Siga @miguel.arcanjo

Please follow and like us:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso