Antonio Ranieri celebra 40 anos com solo digital inspirado em Caio Fernando Abreu

Por Miguel Arcanjo Prado

O ator Antonio Ranieri, que completa 40 anos nesta terça (11), resolveu comemorar em cena. O artista, que também chega aos 22 anos de carreira, retoma a peça Caio, Quando o Amor Não Vem em formato teatro digital.

Afinal, a obra, que homenageia o escritor gaúcho Caio Fernando Abreu (1948-1996), teve sua temporada interrompida logo após a estreia no Espaço dos Parlapatões, na praça Roosevelt, por conta da pandemia e do decreto da quarentena.

As sessões digitais estão marcadas para esta quarta (12) e quinta (13), às 20h, no Sympla. Elder Sereno e Lucas Sancho assinam a direção.

No solo de autoria do próprio ator, ele interpreta Pedro, um homem que revê sua vida e tenta entender a falta de amor.

“Queria fazer um espetáculo solo baseado na obra do Caio, após ler muito sobre a sua obra, eu me encantei com a sua história! No entanto, tudo acabou virando pesquisa para um texto inédito, que se tornou uma homenagem ao Caio”, diz.

“Foram sete anos de pesquisa sobre sua vida e obra, o amor na terceira idade, e uma imersão na cultura LGBTQIA+ nos últimos 70 anos, focando muito na região central da cidade de São Paulo, local que há décadas abriga com carinho a comunidade”, declara Antonio Ranieri.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *