Povo negro tem sangue derramado todo dia no Brasil, diz Sidney Santiago Kuanza

O ator Sidney Santiago Kuanza usou as redes sociais para se manifestar sobre a questão que vem colocando os EUA em ebulição após o assassinato do homem negro George Floyd pelo policial branco Derek Chauvin.

A indignação tomou conta não só dos EUA, mas do mundo inteiro. E chegou ao Brasil neste fim de semana, com protestos antirracismo nas principais capitais brasileiras.

Já que negros assassinados de forma covarde pela polícia também é comum no Brasil, como o caso do menino carioca João Pedro, assassinado pela polícia dentro de casa.

“Quem policia a Polícia ? São inúmeros os mortos dessa falsa guerra contra o tráfico e o crime organizado. Meninos negros , crianças negras”, disse o ator.

“Povo negro tem seu sangue todos os dias derramado neste país”, lembrou o artista da Cia de Teatro Os Crespos e que já atuou em novelas como Caminho das Índias, na Globo, e Escrava Mãe, na Record.

“Sim, talvez seja o fim. Mas, para estar de pé, é preciso denunciar e sonhar [email protected] o amanhã”, pontuou Sidney.

“Pelo João Pedro, e todos que foram mortos por balas perdidas…#negrada As Mães de Manguinhos e As Mães de Maio todo amor e respeito”, concluiu o artista.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *