Lança Perfume, de Rita Lee, faz 40 anos: live lembra disco lendário

Álbum mudou história do pop/rock nacional, avalia Guilherme Samora

Rita Lee reproduz capa de Lança Perfume em foto de Guilherme Samora – Blog do @miguel.arcanjo

Parece que foi ontem, mas já se foram 40 anos do lançamento do álbum Lança Perfume, de Rita Lee. Para celebrar a data, o jornalista e editor Guilherme Samora, que foi braço direito da Rainha do Rock em sua autobiografia e é o maior especialista na obra da artista, media uma live especial nesta quinta (7), às 19h30, no Instagram de Rita Lee, o @litaree_real.

Participam do debate a atriz Mel Lisboa (que interpretou Rita Lee no musical Rita Lee Mora ao Lado e no filme Elis), o jornalista e apresentador Pedro Bial, a dançarina Rita Cadillac e o cantor e apresentador Ronnie Von, que foi quem batizou a banda Os Mutantes, que lançou Rita Lee ao mundo.

Horas antes de a live começar, Guilherme Samora conversou com exclusividade com o Blog do Arcanjo sobre o disco e o projeto.

“Eu adoro esse disco, acho que ele representa uma joia da música mundial. Todas as músicas dele tocaram na rádio – o que faz com que ele pareça até uma coletânea de sucessos. Quem é que não sabe cantar Lança Perfume, Baila Comigo, Nem luxo nem lixo, Caso Sério?”, fala Samora.

O jornalista e editor segue explicando o porquê de o disco ser tão cultuado. “O LP moldou o rock/ pop que passou a ser feito a partir daquele ano. Aliás, o estouro do rock Brasil dos anos 80 deve-se muito à Rita e a esse disco”, avalia o aficionado por discos, sobretudo os de vinil.

“Fora que são composições maravilhosas. Rita e Roberto de Carvalho nos trazendo canções que ficaram pra sempre. A voz da Rita é inigualável, a produção, a capa, tudo ali é muito especial”, lembra o especialista em Rita Lee.

Diante de tudo isso, não deixaria passar em brancas nuvens os 40 anos do disco nesta quarentena. “Decidi fazer a live e chamei amigos, pessoas queridas, que são fãs da Rita e que também tem alguma história com ela. Ou seja, a Rita não faz ideia do que vai rolar”, confessa.

Além de convidar a todos a acompanharem a live, Samora adianta como o papo vai funcionar: “Pelo limite de ter um convidado por vez, vou chamando as pessoas, um a um, e vamos falando do disco, da Rita, das músicas. É um bate-papo, descontraído, amoroso e que celebra esse disco tão especial”.

Rita Lee, que é sempre muito reservada após sua decisão de se aposentar dos palcos, não confirmou presença na live — sua aparição mais recente foi cantando Saúde nas redes ao lado de Roberto de Carvalho. Todavia, em se tratando de nossa Rainha do Rock, tudo pode acontecer.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *