Saiba quais alimentos deixam a imunidade alta

Os dias mais frios do outono já anunciam a chegada do inverno. Com a pandemia do novo coronavírus, cuidar da imunidade torna-se questão crucial para a sobrevivência. A nutricionista clínica e esportiva Renata Pigliasco Branco enviou aos leitores do Blog do Arcanjo dicas de alimentos para fortalecer o sistema imunológico. “Devemos ter alguns cuidados com a alimentação, existem alguns alimentos que contribuem com nutrientes e compostos bioativos que podem nos ajudar”, diz ela, ao fazer a seguinte lista:

Repolho: fonte de glutationa, um poderoso antioxidante que melhora a função das células imunes.

Alho: tem função imunoprotetora, além de fornecer selênio e zinco, nutrientes importantes para evitar gripes, resfriados e outras doenças.  

Amêndoas: ricas em vitamina E e vitaminas do complexo B, ajuda a proteger o sistema imune da oxidação, principalmente em situações de estresse.

Batata doce: rica em betacaroteno, precursor de vitamina A, é um nutriente fundamental para o sistema imunológico. Pode ser usada no lugar do pão no café da manhã, cozida, ou em purê e sopas.  

Shitake: rico em vitaminas do complexo B que ajudam na proteção do corpo, também oferece efeitos antivirais e antibacterianos, dando um super reforço à imunidade.

Orégano: ótimo contra intoxicações alimentares, contém carvacrol, que ativa as defesas do corpo. Para garantir os seus benefícios, deixe para salpicá-lo só depois do pronto já pronto.

Gengibre: Rico em vitaminas C, B6 e com ação bactericida, ajuda a tratar inflamações da garganta e auxilia nas defesas do organismo.

Erva Dente de Leão: aumenta a resposta imune e a produção de óxido nítrico, melhorando a oxigenação dos tecidos. Utilize na forma de chá, com 1 colher chá para 1 xícara de água aquecida.

Frutas cítricas: fontes de vitamina C, são responsáveis pela cicatrização de feridas, fraturas e contusões, e atua no processo inflamatório e na integridade das mucosas. Consuma limão e laranja, por exemplo, em forma de sucos ou frutas in natura.

Própolis: contém proteínas e compostos com capacidade de alterar e regular o sistema imunológico, além dos benefícios de ser antibacteriano e  estimula receptores específicos e a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.

Oleo de coco: o ácido láurico e o ácido cáprico, presentes no óleo de coco tem propriedade de modular o sistema imunologico, agindo contra fungos, vírus e bactérias.  Além disso, uma forma indireta de ele contribuir com a imunidade está na melhora do trabalho do intestino ao eliminar as bactérias ruins.

Evite: sopas instantâneas e macarrões instantâneos são muito utilizados no inverno devido a praticidade. Mas esses alimentos podem aumentar a pressão arterial, causando problemas cardiovasculares. Esse tipo de refeições não trazem nenhum benefício ao sistema imunológico, uma vez que a quantidade de nutrientes é mínima, são alimentos ricos em sódio, glutamato monossódico que é um realçador de sabor  e aditivos nada saudáveis.  Vale a pena perdeu um tempinho para fazer umas sopinhas e congelar para o seu dia ficar mais pratico. Utilize legumes e verduras frescas, carne magra ou frango e temperos naturais.

Siga @miguel.arcanjo

A nutricionista Renata Pigliasco Branco: dicas alimentares para manter a imunidade alta – Foto: Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *