Canto da Alvorada vence Carnaval de BH celebrando estilista Ronaldo Fraga

Detalhe da comissão de frente da Canto da Alvorada que impressionou o sambódromo montado na av. Afonso Pena, na capital mineira: escola do bairro Planalto foi a vencedora do Carnaval de BH 2020 com homenagem ao estilista mineiro Ronaldo Fraga – Foto: Isis Medeiros/Área de Serviço/Divulgação/Belotur Blog @miguel.arcanjo UOL

Com um enredo que homenageou o estilista mineiro Ronaldo Fraga, a escola de samba Canto da Alvorada foi a grande vencedora do carnaval 2020 em Belo Horizonte com o tema “Memórias de um Estilista Coração de Galinha”.

Com 267,3 pontos, a escola do bairro Planalto levou pela 17ª vez o título na capital mineira — o último título havia sido em 2018 —, abocanhando o prêmio de R$ 80 mil.

Ser enredo de uma escola de samba é a maior homenagem que um artista brasileiro pode ser. Sou muito grato a toda a comunidade da Canto da Alvorada por este presente inesquecível no Carnaval de Belo Horizonte”, RONALDO FRAGA, estilista.

Em segundo lugar ficou a campeã em 2019, Acadêmicos de Venda Nova, levando R$ 40 mil, já a Cidade Jardim, outra escola tradicional belo-horizontina, levou o terceiro lugar e o prêmio de R$ 20 mil.

Ronaldo Fraga desfilou cercado da família na Canto da Alvorada, escola vencedora do Carnaval de BH 2020 – Foto: Isis Medeiros/Área de Serviço/Divulgação/Belotur Blog @miguel.arcanjo UOL

Vira o Santo com blocos politizados

Neste sábado (29) foi a vez de mais um Vira o Santo – Encontro dos Blocos de Rua, que reuniu os principais blocos da capital mineira na Praça da Estação, em tom politizado. Os blocos levantaram uma faixa com os dizeres: “Carnaval de rua e de luta”. Seus integrantes fizeram duras críticas ao governador Romeu Zema (Novo), acusado de perseguir os blocos e seus desfiles com ações da Polícia Militar, do Corpo de Bombeiros e do Detran-MG. O espaço é marco do ressurgimento do Carnaval de Rua de BH — cerca de dez anos atrás, após uma proibição do então prefeito Márcio Lacerda a festas em ruas e praças da cidade, jovens mineiros criaram o movimento Praia da Estação no local, que deu início à retomada da folia mineira, hoje estimada em 5 milhões de foliões.

O artista Ed Marte no Vira o Santo na Praça da Estação: “Carnaval de Rua e de Luta” – Foto: Leo Lara/Área de Serviço/Belotur/Divulgação Blog @miguel.arcanjo UOL

Blocos de BH se encontram no Vira o Santo na Praça da Estação: “Carnaval de Rua e de Luta” – Foto: Leo Lara/Área de Serviço/Belotur/Divulgação Blog @miguel.arcanjo UOL

>>Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...