Ator busca memórias do pai ausente na peça Galo Índio: grátis em SP

Rodolfo Amorim na peça “Galo Índio”: no palco, em busca de um pai perdido – Foto: Jonatas Marques/Divulgação – Coluna @miguel.arcanjo UOL

Memórias perdidas de um pai ausente embalam o espetáculo Galo Índio, escrito e atuado por Rodolfo Amorim, que mergulhou na própria vida para construir a montagem. O monólogo pode ser visto de graça na Oficina Cultural Oswald de Andrade. As sessões acontecem sexta, 20h, e sábado, 18h, até 26 de outubro. Quem assina a direção é Antônio Januzelli, importante figura do teatro paulista. O endereço é rua Três Rios, 363, próximo ao metrô Tiradentes. Após a sessão desta sexta (11), 20h, o crítico e dramaturgo Miguel Arcanjo Prado, autor desta coluna, participa de um debate sobre a crítica no teatro documental. Estão todos convidados.

Siga @miguel.arcanjo

Você pode gostar...