Tiradentes reúne 50 mil pessoas em seu festival de gastronomia

Chegou ao fim no último domingo (1º) a 22ª edição do Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes. Foram mais de 50 mil pessoas em dez dias de evento, desde o último dia 23 de agosto, realizado pela plataforma Fartura Brasil com mais de 200 atrações gastronômicas de todo o país na cidade histórica mineira.

Foram vendidos mais de 160 mil pratos, segundo a organização. Entre os pratos mais vendidos estiveram o X-Miguel, do Alma Chef, a costela suína, do Cabernet Butiquim, e o filet de costela serenada, do La Palma.

A programação contou com estandes de chefs mineiros, cozinhas ao vivo, aulas interativas, palestras, festins, peças de teatro e shows musicais de gente como Thiago Delegado, Chico Amaral, Chora Genésio, Chamaleon Jazz, Márcio Hallack e Orquestra Brasileira de Música Jamaicana, entre outros.

O público aprendeu mais nos espaços Origem ao Prato, onde os chefs revelaram macetes e segredos culinários, como os do frango com quiabo no tucupi, dos chefs Flávio Trombino e Saulo Jennings; o do macarrão de comitiva, do Caetano Sobrinho; o das almôndegas suínas recheadas com queijo Canastra, angu branco e crispy de couve, do Laudinei Carmo; do arroz marimbondo, do Ivo Faria; ou da costela fogo de chão de Antonio Costaguta.

Foram as 32 aulas que ocorreram na Pousada Escola Senac e na Praça Senac Conhecimento (com espaço degustação e interativo). Já no Espaço Interativo, destaque para as receitas de massa fresca, da chef Juliana Ferreira; pão de queijo, de Patrick Passarelli; risotos, de Luís César; e focaccia italiana, de Raquel Brandão e Ronaldo Souza. O espaço Produtos e Produtores contou com estandes de doces, cafés, pimentas, geleias, queijos, cachaça, embutidos, massas, azeites e outras guloseimas.

Nos restaurantes espalhados pelo casario histórico, chefs criaram menus em uma programação paralela, e o público também teve a oportunidade de participar de eventos especiais em pousadas e outros locais.

Foram seis jantares especiais, conhecidos como festins, que aconteceram em dois restaurantes de Tiradentes: o Ora e o Mia, além da Pousada Escola Senac. Na sexta (23), quem ficou por conta do menu foi o chef Marcelo Petrarca (DF), enquanto no sábado (24) os convidados provaram os pratos do chef Alberto Landgraf (RJ) e André Mifano (SP). Já no segundo fim de semana, a chef Morena Leite (SP) foi responsável pelo jantar da sexta (30). No sábado (31), foi a vez dos chefs Henrique Gilberto (MG) e Marco Gil (CE).

O público teve a oportunidade de conferir 13 estandes de restaurantes mineiros, tanto de Belo Horizonte quanto de Tiradentes, localizados na Praça da Rodoviária e na Praça Sesc Campo das Vertentes, onde se fartou sem a culpa de cometer o pecado da gula.

*Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do 22º Festival Cultura e Gastronomia Tiradentes – Fartura Brasil.

Agradecimentos: Doizum Comunicações e Mayra Lopes.

Please follow and like us:
Brasil e Argentina se beijam na Copa do Mundo do Qatar 2022 Após críticas, Nômade Festival coloca negros com Erykah Badu Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana