Confira os vencedores do 47º Festival de Cinema de Gramado

Vencedores do 47º Festival de Cinema de Gramado – Foto: Edison Vara Ag. Pressphoto – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo UOL

O 47º Festival de Cinema de Gramado revelou seus vencedores neste sábado (24), em cerimônia no Palácio dos Festivais que premiou curtas e longas brasileiros e filmes estrangeiros. O evento anunciou ainda os novos curadores do festival: Pedro Bial e Soledad Villamil se juntam a Marcos Santuário na curadoria da edição de 2020, que ocorrerá entre os dias 14 e 22 de agosto. Na hora da foto oficial, os cineastas levantaram a faixa “pelo cinema LGBT”, em protesto diante da censura federal a esta temática no audiovisual nacional. Veja quem levou para casa os cobiçados Kikitos:
Curtas brasileiros

Melhor Desenho de Som: Gustavo Soesi, por Um Tempo Só
Melhor Trilha Musical: Carlos Gomes, por Teoria Sobre Um Planeta Estranho
Melhor Direção de Arte: Guto BR, por Sangro
Melhor Montagem: Daniel Sena e Thiago Foresti, por Invasão Espacial
Melhor Fotografia: Sebastian Cantillo, por A Ética das Hienas
Melhor Roteiro: Renata Diniz, por O Véu de Armani
Melhor Ator: Rômulo Braga, por “Marie”
Melhor Atriz: Cassia Damasceno, por “A Mulher que Sou”
Menção Honrosa: Ester Amanda Schafer, por A Pedra
Prêmio Especial do Júri: Divina Valéria e Wallie Ruy, por Marie
Prêmio Canal Brasil de Curtas: Marie, de Leo Tabosa
Melhor Filme do Júri Popular: Teoria Sobre Um Planeta Estranho, de Marco Antônio Pereira
Melhor Direção: Diogo Leite, por O Menino Pássaro
Longas estrangeiros

Melhor Fotografia: Rafael Antonaccio, por En el Pozo
Melhor Roteiro: Bernardo e Rafael Antonaccio, por En el Pozo
Melhor Ator: Fernando Arze, por Muralla
Melhor Atriz: Julieta Díaz, por La Forma de Las Horas
Menção Honrosa: Ishtar Yasin, por Dos Fridas
Prêmio Especial do Júri: Isabella Moscoso e Avril Alpizar, por El Despertar de Las Hormigas
Melhor Filme do Júri Popular: Perro Bomba, de Juan Caceres
Melhor Direção: Juan Caceres, por Perro Bomba
Longas brasileiros

Melhor Desenho de Som: Rodrigo Ferrante e Cauê Custódio, por Pacarrete
Melhor Trilha Musical: Sascha Kratzer, por O Homem Cordial
Melhor Direção de Arte: Tulé Peake, por Veneza
Melhor Ator Coadjuvante: João Miguel, por Pacarrete
Melhor Atriz Coadjuvante: Carol Castro, por Veneza e Soia Lira, por Pacarrete
Melhor Montagem: Joana Collier e Fernanda Krumel, por Hebe – A Estrela do Brasil
Melhor Fotografia: Edu Rabin, por Raia 4
Melhor Roteiro: Allan Deberton, André Araújo, Natália Maia e Samuel Brasileiro, por Pacarrete
Melhor Ator: Paulo Miklos, por O Homem Cordial
Melhor Atriz: Marcélia Cartaxo, por Pacarrete
Prêmio Especial do Júri: 30 Anos Blues, de Andradina Azevedo e Dida Andrade
Melhor Filme do Júri Popular: Pacarrete, de Allan Deberton
Melhor Direção: Allan Deberton, por Pacarrete
Prêmios da Crítica

Melhor filme em curta-metragem brasileiro: Marie, de Leo Tabosa
Melhor filme em longa-metragem estrangeiro: El Despertar de Las Hormigas, de Antonella Sudasassi Furnis
Melhor filme em longa-metragem brasileiro: Raia 4, de Emiliano Cunha
Melhores filmes

Melhor curta-metragem brasileiro: Apneia, de Carol Sakura e Walkir Fernandes
Melhor longa-metragem gaúcho: Raia 4, Emiliano Cunha
Melhor longa-metragem estrangeiro: El Despertar de Las Hormigas, de Antonella Sudasassi Furnis
Melhor longa-metragem brasileiro: Pacarrete, de Allan Deberton

Você pode gostar...