Peça Distopia Brasil propõe ao público mergulho no caos do país

“Distopia Brasil” – Foto: José de Holanda – Divulgação – Blog do @miguel.arcanjo – UOL

Depois de “Fortes Batidas” e “11 Selvagens”, o diretor Pedro Granato está de volta com o terceiro trabalho do Coletivo Pequeno Ato, a peça “Distopia Brasil“. Ela propõe uma imersão completa do público em um ambiente de caos.

A reestreia está marcada para 18 de maio, sábado, às 19h, com entrada franca dentro da programação da Virada Cultural de São Paulo, na Funarte SP (al. Notmann, 1058, Campos Elíseos, metrô Santa Cecília).

Depois, a temporada segue por lá até 9 de junho, aos sábados e domingos, às 19h, com ingressos a R$20 inteira e R$10 meia.

“Sinto que vivemos a Era de Ouro das distopias. Quando começamos esse processo, não imaginávamos que o Brasil se deterioraria tão rápido”, fala o diretor.

Estão no elenco Alvaro Leonn, André Salama, Beatriz Silveira, Bruna da Matta, Bruno Lourenço, Felipe Aidar, Helena Fraga, Isabela Tortato, Jade Pereira, Juliana Navarro, Leticia Calvosa, Luisa Galatti, Manuela Pereira, Rafael Abrahão e Renan Ramiro.

Siga Miguel Arcanjo no Instagram

Please follow and like us:
Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz Musical A Pequena Sereia encanta família inteira no Teatro Santander Capital Inicial lança Natasha com feat de Marina Sena Evita Open Air conquista o público no Parque Villa-Lobos