Saiba quem já é destaque no Fringe do 28º Festival de Curitiba

O ator e diretor Ricardo Nolasco, da Selvática e do Estábulo de Luxo, de Curitiba (PR), impressionou o público curitibano com entrega visceral em “Momo, o Anarquista Coroado”, na qual reviveu a memória de Gilda, figura lendária da capital paranaense – Foto: Humberto Araújo – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

O Fringe é a mostra completamente independente do 28º Festival de Curitiba com espetáculos vindos de todas as partes do Brasil sem curadoria prévia. São 359 espetáculos em 1.436 apresentações que reúnem 2.154 artistas em 70 espaços. Diante desses números tão grandiosos, destacar-se já é um feito. O Blog do Arcanjo no UOL mostra a seguir alguns dos artistas que já marcaram a maior festa do teatro da América Latina. Veja só quanto talento:

“Palhastê”, peça de Itajaí (SC) que conquistou o público do 28º Festival de Curitiba com um palhaço que quer encontrar o amor – Foto: Annelize Tozetto – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

Cena de “Emaré – Terras de Areias Vermelhas”, de Sarandí (PR), destaque no 28º Festival de Curitiba com um olhar poético sobre nossa identidade – Foto: Annelize Tozetto – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

Daniel Martins, de Limeira (SP), conquistou o público do 28º Festival de Curitiba com “Monumento ao Prisioneiro Político Desconhecido”, com textos de nomes potentes como Paulo Freire e Jorge Luis Borges que discutiram a opressão – Foto: Humberto Araújo – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

“Raíces”, da Cia Novo Ato, de Goiânia (GO), sob direção de Chicão Santos, fez o público do 28º Festival de Curitiba refletir ao perguntar o que gostaríamos que queimasse e o que deixaríamos permanecer – Foto: Virginia Benevenuto – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

O ator Anderson Lima discutiu a esquizofrenia sob direção de José Celso Cavaliéri em “Insanos”, espetáculo de Cariacica (ES), destaque no 28º Festival de Curitiba – Foto: Rodrigo Leal – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

O grupo Cena IV, de São João da Boa Vista (SP), alegrou o público do 28º Festival de Curitiba com a peça “A Saga de Dom Quixote e Sancho Pança”, baseada no clássico de Miguel de Cervantes – Foto: Virginia Benevenuto – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

Alan Cesar, Loro Macedo e Elder Kloster, Os Barbacas de Curitiba (PR), divertiram o público do 28º Festival de Curitiba com “Espetáculo Serraria”, um dos destaques humorísticos do evento – Foto: Lina Sumizono – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

A Cia. A Vida É Sonho, de Foz do Iguaçu (PR) se destacou no 28º Festival de Curitiba com “Enlatados”, coletânea de diversos autores nacionais – Foto: Lina Sumizono – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

“A Christmas Carol”, peça curitibana dirigida por Janja Rosa, chamou a atenção do público ao ser apresentada inteiramente em inglês, dando ares cosmopolitas ao 28º Festival de Curitiba – Foto: Daniel Sorrentino – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

A peça “Projeto Maravilhas”, da Plataforma Beijo sob direção de Cláudio Dias, foi um dos destaques da Mostra Feijão Tropeiro, que reuniu espetáculos de Minas Gerais no 28º Festival de Curitiba – Foto: Rodrigo Leal -Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

A peça “Meus Cabelos de Baobá” do Rio de Janeiro (RJ) trouxe como destaque para o 28º Festival de Curitiba a ancestralidade negra – Foto: Humberto Araujo – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

O ator Renan Bonito em cena de “Aterra”, peça de Jacarezinho (PR) que é destaque no 28º Festival de Curitiba – Foto: Lina Sumizono – Divulgação Festival de Curitiba – Blog do Arcanjo – UOL

Enviado especial a Curitiba, no Paraná, o colunista Miguel Arcanjo Prado viajou a convite do 28º Festival de Curitiba.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Você pode gostar...