Com humor, Fábio Porchat quer ajudar homens héteros a não serem machistas

Caracterizado como o pênis brocha do protagonista, Rafael Portugal abraça Fábio Porchat na série “Homens?”, que estreia nesta segunda (18), às 22h, no Comedy Central – Foto: Divulgação/Comedy Central – Blog do Arcanjo – UOL

Um pênis brocha chorando abraça Fábio Porchat. Essa é uma das irreverentes cenas da série “Homens?”, que estreia nesta segunda (18), às 22h, no Comedy Central, idealizada e protagonizada pelo humorista. O objetivo é ajudar, com muito humor, os homens heterossexuais a não terem mais um comportamento machista ultrapassado.

“Os homens tem de mudar. Os homens têm de perceber que precisam fazer sua parte no relacionamento com a mulher”, avisa Porchat.

“É uma série sobre o machismo e como ele repercute para o homem. É meu lugar de fala”, diz Porchat, para usar um termo da moda.

Ele lembra que faz parte de uma geração jovem que “já entendeu que o mundo mudou, mas ainda não está sabendo se colocar”. Para ele, há uma inadequação do homem heterossexual neste novo mundo, ao qual precisa se adaptar com urgência. “O machismo faz mal para o homem também”, pontua.

O diretor Johnny Araujo concorda. Ele conta que tem uma filha de 22 anos e que percebe as mudanças de comportamento nos relacionamentos entre mulheres e homens na nova geração. “A geração nova já entendeu essa mudança e não pensa mais como a gente. Procuramos buscar linguagens fora de padrões para contar essa história”, diz.

Equipe reunida: Rafael Portugal, Miá Mello, Gabriel Godoy, Fábio Porchat, Lorena Comparato, Johnny Araujo e Gisele Fróes estão na série “Homens?” – Foto: Marcos Ribas/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Gravada no Rio no segundo semestre do ano passado, a série é a segunda de ficção criada pela Porta dos Fundos em parceria com a Viacom, que comprou o Porta em 2017. Ao fim da exibição na TV, estará disponível na internet no aplicativo CC Play, com download gratuito.

Espécie de “Sex and the City” masculina, a série acompanha a evolução dos quatro protagonistas, todos homens jovens contemporâneos heterossexuais que não deixam de apresentar um comportamento machista.

O quarteto é interpretados por Fábio Porchat, Gabriel Godoy, Raphael Logam e Gabriel Luchard.

Porchat ressalta que, para espantar o preconceito, a diversidade está presente nos protagonistas: “queria que um deles fosse deficiente físico e outro fosse negro, sem que isso fosse uma questão dentro do roteiro”, diz.

“Também, como estamos falando do mundo de heterossexuais machistas, não quis que nenhum personagem fosse gay”, conta.

Rafael Portugal interpreta o pênis de Alexandre, personagem de Fábio Porchat na série “Homens?” – Foto: Marcos Ribas/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

O destaque no elenco fica por conta de Rafael Portugal, que interpreta o pênis brocha de Porchat (leia reportagem de Guilherme Machado aqui no UOL com o ator), cujo personagem sofre de impotência logo no primeiro episódio, visto pelo Blog do Arcanjo no UOL.

Um detalhe interessante é que mulheres estão no comando dos bastidores: Tereza Gonzalez é a CEO de Porta dos Fundos, enquanto que Roberta Oliveira assina a produção executiva, e Lika Lopes,a direção de produção. Já na Viacom, com produção executiva de Federico Cuervo, a direção de produção é de Elisa Chalfon, com Luiza Toledo como gerente de produção.

A série é cheia de situações cotidianas típicas na vida de um homem hétero, inclusive muitas cenas de sexo, tratadas de forma realista e bem humorada pela direção.

“Não queria uma série bonitinha”, afirma Porchat. “Acontece de o homem durante o sexo perceber que vai gozar em 30 segundos e começar a pensar na avó para evitar o desastre”, brinca. A cena está no primeiro episódio.

Para não ter um texto Clube do Bolinha, a série contou com Cristiane Werson no roteiro ao lado de Guilherme Tomé, Daniel Nascimento e Fábio Porchat.

E elas também estão em cena: Cintia Rosa, Gisele Fróes, Giselle Itié, Lorena Comparato e Miá Mello dão o contraponto feminino empoderado aos homens desconcertados, com direito até a “textão”, como o que encerra o primeiro episódio.

Com futuro ainda não definido na TV aberta, Porchat conta que para investigar a impotência masculina, que na série funciona como grande metáfora para essa crise do homem atual, ele e a equipe de roteiristas conversaram com profissionais.

“Fomos ao Boston Medical Group e descobrimos que o homem tem vergonha de falar da impotência. Alguns só vão tratá-la após 10 anos sofrendo”, conta.

Porchat já avisa que o quarteto machista vai falar “barbaridades” ao longo da série.

“A gente tem de botar o personagem sendo machista, mas as personagens femininas dão um looping nos homens”, avalia.

Fábio Porchat brinca no lançamento da série “Homens?”, idealizada por ele e que estreia nesta segunda (18), às 22h, no Comedy Central – Blog do Arcanjo – UOL

Em uma das cenas, a personagem de Miá Mello conta para o marido que não goza com ele há dois anos. “Coisas assim realmente acontecem”, lembra a atriz.

Para não ser maniqueísta, a série também mostrará uma situação na qual a chefe interpretada por Gisele Fróes assedia o funcionário homem.

Com oito episódios inéditos de 30 minutos, a série ainda tem direção de fotografia de Alexandre Ramos, direção de arte de Joana Mureb, assistência de direção de Leonardo Teatini, figurino de Joanna Ribas, maquiagem de Sidnei Oliveira, finalização de Renato Tilhe e montagem de Leonardo Gouvea, além de edição de som do Estúdio Aura Post e mixagem de Estúdio Lagoa Acústica.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Fábio Porchat idealizou e protagoniza a série de humor “Homens?”, que estreia nesta segunda (18), às 22h, no Comedy Central – Foto: Marcos Ribas/BrazilNews – Blog do Arcanjo – UOL

Please follow and like us:
Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP