Ator Caio Junqueira ganha homenagem no Canal Brasil com o filme For All

O ator Caio Junqueira, que morreu aos 42 anos, é homenageado no Canal Brasil – Foto: Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

Assim como todo o Brasil, o cineasta carioca Luiz Carlos Lacerda, o Bigode, ficou profundamente triste com a morte do ator Caio Junqueira, aos 42 anos na última quarta (23), em decorrência de complicações após um acidente automobilístico no Rio.

O diretor soube da triste notícia quando participava da 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes, em Minas, onde deu seu curso de direção e fez questão de homenagear Caio em suas redes, afinal, o ator é nome presente na filmografia de Bigode.

Bigode ficou emocionado ao saber que terá um de seus longas com Caio exibido em homenagem ao ator nesta segunda (28) pelo Canal Brasil, que passa à 0h15 “For All – O Trampolim da Vitória” (1997).

Trata-se de uma produção especial, afinal, com este longa, que Luiz Carlos Lacerda dirigiu com Buza Ferraz, Caio recebeu o Prêmio Especial do Júri no Festival de Gramado de 1997.

A produção se passa durante a Segunda Guerra Mundial, quando a base aérea de Natal recebeu 15 mil soldados vindos dos Estados Unidos. Entre canções norte-americanas e o molejo do forró brasileiro, pipocam romances entre forasteiros e locais, fora a revolução cultural causada pela chegada dos gringos ao então pacato balneário nordestino.

Dentro desse contexto, a história se desenrola em torno de uma família de classe média comandada por Giancarlo (José Wilker), um sapateiro italiano casado com Lindalva (Betty Faria), uma doceira que vê a possibilidade de aumentar sua receita e ascender socialmente com os estadunidenses. Eles têm os filhos Iracema (Flávia Bonato) e Miguel (Caio Junqueira), um adolescente repletos de grandes sonhos.

Homenagem justíssima a este grande e querido ator chamado Caio Junqueira.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Please follow and like us:
Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas