“Quero ser deusa do amor”, diz Ivete Sangalo no DVD de 25 anos de carreira

Ivete Sangalo grava o DVD “IS Live Experience” no estádio Allianz Parque em São Paulo na noite deste sábado (8) para celebrar os 25 anos de carreira – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Foi como vocalista de uma banda de axé chamada Eva que a menina baiana de Juazeiro despontou para conquistar o Brasil. Vinte e cinco anos depois, fogos de artifício iluminaram o estádio Allianz Parque, em São Paulo, para receber a já consagrada Ivete Sangalo, 46 anos, no megashow de gravação de seu DVD “IS Live Experience” na noite deste sábado (8).

Em mais de três horas de duração, rampas gigantes e mais de 80 enérgicos bailarinos, além das cinco trocas de figurinos, a cantora baiana passeou por pérolas de sua carreira de um quarto de século no topo da indústria musical de seu país, um feito e tanto para qualquer artista.

Mas, além de antigos sucessos, Ivete guardou espaço para canções recentes e também novas, e muitas participações especiais, inclusive a tão falada de Claudia Leitte — durante muito tempo apontada como sua rival no axé, coisa que ambas juram que jamais existiu.

Afinal, Ivete Sangalo resolveu emanar amor neste show comemorativo. E ele esteve por toda a parte, seja no carinho dos fãs para com ela ou dela para com seus convidados, banda e equipe, a quem fez questão de agradecer nominalmente ao fim, bem como a seus fãs, para quem dedicou a festa grandiosa.

Ivete Sangalo levantou o público paulistano na comemoração de seus 25 anos de carreira – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

De cara, ela mandou todo mundo tirar o pé do chão, como é seu feitio fazer, e levantou o público com hits como “Abalou” e “Alegria”, emendando a nova “Teleguiado”. Depois, mandou todos buscarem “Dalila” ligeiro, o que os fãs mais afoitos obedeceram de pronto.

O cenário e a direção de arte foram assinados por Gringo Cardia, com muitos telões de LED – mas o público estranhou que os dois telões laterais ao palco com imagens aproximadas da cantora tenham ficado todo o tempo em preto e branco.

O primeiro convidado a surgir no palco foi seu conterrâneo Léo Santana, que trouxe a quentura do pagode baiano para a festa de Ivete no dueto “Mainha Gosta Assim”. Enquanto Ivete foi trocar de roupa, ele ainda agitou sozinho o público com seu hit “Vai dar PT”.

Léo Santana foi o primeiro convidado a cantar com Ivete Sangalo – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Ivete retornou exuberante, em um vestido esvoaçante de oncinha, figurino bem mais imponente que o macacão colado transparente com o qual abriu o show, para cantar “Cheguei pra te Amar”, emendando “Delira na Guajira”, na qual mostrou seu talento percussivo tocando atabaque.

O axé voltou a ter lugar com “O Doce”, para logo Ivete homenagear a Timbalada de Carlinhos Brown em “Margarida”, seguida da sempre irreverente “Chupa Toda”.

Depois, recebeu o sambista carioca Ferrugem, que lhe agradeceu, emocionado, após cantar a seu lado “Gota no Oceano”, dizendo que o convite de Ivete mudou sua vida. “Obrigado por ter me colocado no mapa”, falou. “O amor transforma tudo. Eu te amo”, respondeu Ivete.

Aliás, o amor permaneceu como grande destaque nos discursos feitos pela artista durante o extenso show. “A minha intenção é chegar até vocês com amor. A palavra que me rege é o amor”, declarou.

Ivete Sangalo faz dueto com Claudia Leitte na gravação do DVD “IS Live Experience” no Allianz Parque em São Paulo na noite deste sábado (8) – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Ivete, na sequência, recebeu a participação que mais deu o que falar: a de Claudia Leitte.

Toda vestida de branco, a cantora fluminense criada em Salvador reverenciou Ivete. Disse que sentia “um nervoso que dá na gente”, por estar ali, ao lado dela.

“É uma alegria receber você no meu DVD”, retribuiu Ivete. Os fãs de Ivete aplaudiram Claudia, mas o dueto não foi o mais intenso do show. Ao fim da música, Ivete confidenciou que troca muitas mensagens por Whatsapp com Claudia: “Ela só manda o que não presta”.

Depois, seguiu o show em solo, homenageando Tim Maia com “Gostava Tanto de Você” e Roberto Carlos com “Além do Horizonte”. Chorando de emoção, Ivete pediu ao público que se abraçasse entre si.

Ivete Sangalo recebe Marília Mendonça na gravação do DVD “IS Live Experience” no Allianz Parque em São Paulo neste sábado (8): sertaneja diz que realizou um sonho – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Depois de um compilado de canções, entre eles um arrocha, ela convidou Marília Mendonça para o dueto com a jovem sertaneja número um das rádios.

Marília revelou estar “realizando um sonho” e realmente parecia muito emocionada ao cantar com Ivete. Afinal, com 23 anos atualmente, quando Marília nasceu Ivete já era uma estrela conhecida em todo o Brasil. Juntas, cantaram a canção de dor de cotovelo superada “O Nosso Amor Venceu”.

Ivete Sangalo canta com o espanhol Alejandro Sanz na gravação de seu DVD “IS Experience” no estádio Allianz Parque em São Paulo neste sábado (8) – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

A última participação da noite foi a do espanhol Alejandro Sanz — que já havia cantado no disco ao vivo Ivete no Maracanã, de 2007, o dueto “Corazón Partío”. O outro convidado internacional, o norte-americano Brian Mcknight, não apareceu por conta de um problema familiar de última hora.

Depois, para mais uma troca de roupa, a banda de Ivete assumiu o palco para tocar sem a estrela “De Ladinho”, assumida pelos seus backing vocals. Foi quando a atenção nos vocais a presença de uma convidada especial ao lado dos cantores Danilo Black, Dani Nascimento e Tito Baianense: sua sobrinha Camila Sangalo Nunes, filha da irmã mais velha de Ivete, a também cantora Mônica San Galo. “Camila representa toda a minha família aqui no palco”, definiu a estrela ao voltar.

Ivete Sangalo se emociona na gravação do DVD “IS Live Experience” no estádio Allianz Parque em São Paulo neste sábado (8) – Foto: Manuela Scarpa/Brazil News – Blog do Arcanjo – UOL

Na reta final, Ivete lembrou nomes históricos do axé como Gerônimo e Sarajane, transformando o Allianz Parque em uma grande micareta com hits como “Pra Frente” e “Levada Louca”. Ela finalizou o show dizendo: “Eu quero ser uma deusa do amor. Meu coração é uma festa e na minha festa cabe todo mundo. Eu amo vocês”.

Mas, com uma energia sem fim, ela ainda reservou para seus fãs um generoso bis em clima disco anos 1970, abrindo o que chamou de Ivete Night Club com “I Will Survive”, seguida de “Can’t Take My Eyes Off You”, “Celebration”, “Its Raining Men”, passando para Madonna com “Holiday” e Corona com “Rhythm of the Night”.

Não bastasse tudo isso, ainda teve fôlego farto para seus grandes sucessos da carreira “Festa” e “Poeira”, para, então, terminar onde tudo começou, cantando a música que leva o nome da banda que a lançou, 25 anos atrás: “Eva”.

Por Miguel Arcanjo Prado

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Repertório do show e DVD “IS Live Experience”:

ABALOU
TEMPO DE ALEGRIA
TELEGUIADO
DALILA
NABUCO
MAINHA GOSTA ASSIM – com Léo Santana
CHEGUEI PRA TE AMAR
DELIRA NA GUAJIRA
DOCES LÁBIOS
O DOCE
MARGARIDA PERFUMADA
CHUPA TODA
GRÃO DE AREIA – com Ferrugem
MEU PEITO DISPARA
CORPO MOLINHO – com Claudia Leitte
GOSTAVA TANTO DE VOCÊ
ALEM DO HORIZONTE
NÃO ME FAÇA ESPERAR
BALANÇANDO DIFERENTE
SÓ PRA ME VER
A GENTE COMBINA
O AMOR VENCEU – com Marília Mendonça
UM SINAL
FRISSON
QUISERA SER com Alejandro Sanz
DE LADINHO com Back Vocals
NO GROOVE
OBA, EU VOU JÁ
JÁ É CARNAVAL/DELÍCIA COCO
CUPIDO VADIO
PRA FRENTE
LEVADA LOUCA

Bis

IVETE DISCO NIGHT CLUB
PENSO
FESTA
SORTE GRANDE
EVA

Please follow and like us:
Surra de estilo: Prêmio Bibi Ferreira 2022 Grammy Latino 2022: Veja brasileiros indicados! Travessia estreia em 10 de outubro na Globo Fred Raposo é destaque no Mirada Maitê Proença estreia O Pior de Mim em SP