Médico e pedagogo judeu morto pelo nazismo tem história contada em peça

Marcelo Aquino está na peça “Meus Duzentos Filhos”, em cartaz no Rio – Foto: Brunno Dantas – Divulgação – Blog do Arcanjo – UOL

O ator Marcelo Aquino encarna o médico pediatra e pedagogo judeu Janusz Korczak (1879-1942) na peça “Meus Duzentos Filhos”.

O artista ajuda a descortinar a importância do polonês, ainda pouco conhecido no Brasil, apesar de sua trajetória brilhante, covardemente interrompida pelo nazismo.

A obra estreou neste último fim de semana no Teatro Maria Clara Machado, na Gávea, no Rio, com sessões às sextas e sábados, 21h, e domingo, 19h, até 25 de novembro, com ingresso a R$ 40.

A peça tem direção de Ary Coslov e texto de Miriam Halfim. O monólogo conta a história do fundador do orfanato modelo Dom Sierot, onde trabalhou durante 30 anos.

Lá, desenvolveu um método pedagógico inovador – que influenciou nomes como Jean Piaget e Paulo Freire-, até ter a sua trajetória interrompida pelos horrores da guerra e do nazismo em um horrendo campo de extermínio, assim como as dos cerca de 200 órfãos que ali aprendiam disciplina, ganhavam instrução e força moral para enfrentar a vida.

A peça também é apresentada às quintas, às 20h30, no Midrash Centro Cultural, no Leblon, até 13 de dezembro, onde já foi aplaudida por 2.000 pessoas, com entrada também a R$ 40.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Instagram

Please follow and like us:
Vingança, O Musical é aplaudido por estrelas Longa Jornada Noite Adentro é aplaudida por famosos Marina Sena fala do 2º álbum Orgulho LGBT+ 5 peças em São Paulo Parada do Orgulho LGBT+ bate recorde com 4 milhões de pessoas