Ator Raphael Garcia vai a festival em Costa do Marfim, África

O ator Raphael Garcia: viagem a Costa do Marfim – Foto: Patricia Miranda/Divulgação

O ator Raphael Garcia, integrante do grupo paulistano Coletivo Negro, celebra o convite para participar do MASA, o festival de artes cênicas africanas de Costa do Marfim. O artista embarca nesta semana.

“Esta viagem surgiu como um convite da professora, pesquisadora de teatro e jornalista angolana Agnela Barros, que escreve para veículos como a Revista Austral, da companhia aérea Angola Airlines. A gente se conheceu no ano passado, quando estive em seu país, levando o espetáculo ‘Revolver’, com o Coletivo Negro, para participar também de um festival de teatro em Luanda”, conta o ator ao Blog do Arcanjo no UOL.

“A 10ª edição do “Marche des Arts du Spectacle Africain” acontece entre os dias 10 e 17 de março na cidade de Abidjan, na Costa do Marfim, África. O festival este ano se propõe a pensar em modelos econômicos possíveis de financiamento da produção artística naquele país, e temos muito a colaborar nesse sentido, apresentando nossos modelos e possibilidades de financiamento das artes”, diz Raphael.

“Este convite me deixa imensamente feliz pois representa mais uma etapa desse meu desejo de estabelecer conexões entre nosso teatro e a produção teatral que se realiza atualmente em países africanos e na diáspora. Conhecer as diversas realidades da produção cultural do continente africano me intriga e mais essa porta que se abre me confirma que os esforços feitos por mim e meus parceiros de caminhada nesse sentido não são em vão”, pondera.

“Muitas novidades e possibilidades de troca na esfera internacional decorrerão dessa experiência”, aposta.

“Recentemente ouvi um provérbio Iorubá que pra mim representa muito esse momento: ‘Quando a minhoca se volta para a terra, a terra se abre para que ela entre'”, conclui.

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook
Siga Miguel Arcanjo no Twitter

Please follow and like us:
Jô Soares sofre censura após morte Diário de Pilar na Grécia faz temporada no Teatro das Artes em SP O Deus de Spinoza estreia no Teatro Itália Bandeirantes Teatro nos Parques percorre SP e Brasil ‘Se fosse homem, teria mais visibilidade’, diz Eloisa Vitz