Rapidinhas: Longe da TV, Norma Blum faz aparição no teatro

Norma Blum entre os dramaturgos e roteiristas Carlos Fernando Barros e Vitor de Oliveira: ela assistiu à última sessão do ano da peça “Angel”, no Teatro Itália – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Ilustre na plateia
Uma das atrizes mais queridas da história da televisão, Norma Blum, de 78 anos, foi assistir à última apresentação da peça “Angel”, dirigida por Eduardo Martini. A obra teve sessão lotada no Teatro Itália, em São Paulo, nesta quinta (30). Ela acompanhou os autores do espetáculo, Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros, de quem é amiga. Foi paparicada, é claro.

Cadê ela?
Norma Blum está longe da TV desde 2015, quando fez a novela “Além do Tempo”, no horário das 18h, na Globo. Faz falta.

Dramaturga
Para quem quiser matar a saudade, Norma Blum revelou à coluna que no próximo dia 5 de dezembro, às 19h30, no Teatro Augusta, em São Paulo, vai promover a leitura da peça “Arena de Espelhos”. Foi escrita por ela ao lado de sua filha, Mariana Blum Rodrix. A direção será de Edgar Benitez, dentro do projeto “Cena 10”. Vai, gente.

Tuna Dwek, Eduardo Martini, Norma Blum, Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros na última sessão de “Angel” em 2017: sucesso de público – Foto: Divulgação

Bis
Voltando a falar de “Angel”, Eduardo Martini já negocia nova temporada para a peça em 2018. Ah, Tuna Dwek, que está em cartaz no Sesc Ipiranga com “A Tartaruga de Darwin”, também foi à última sessão da peça. Coisa boa.

Bis 2
Além disso, o público também pede o retorno no ano que vem de “Papo com o Diabo”, divertido monólogo de Bruno Cavalcanti com direção de Elias Andreato com o qual Martini celebra seus 40 anos de carreira. Por que, não?

Ivam Cabral durante a cerimônia da Academia de Ciências e Artes, na qual recebeu a Cruz do Reconhecimento das Artes do Palco como Presidente da Honraria – Foto: Divulgação

Comendador e presidente
O ator Ivam Cabral está todo poderoso. É que a Academia de Ciências e Artes, da Câmara Brasileira de Cultura, lhe concedeu a Cruz do Reconhecimento das Artes do Palco, lhe outorgando o título de Presidente da Honraria. Danado.

Encontro marcado
Falando em Ivam Cabral, ele não para de fazer reuniões que estão dando forma à Escola Livre de Audiovisual, projeto a ser implantado em 2018. Helena Ignez, a grande cineasta, está na equipe. Eita.

Cineminha
Ivam Cabral ainda celebra mais uma semana em cartaz no Cine Belas Artes do filme “A Filosofia na Alcova”, que dirigiu ao lado de Rodolfo García Vázquez. Aquele da maior orgia da história da nossa sétima arte. O filme anda sendo aplaudido ao fim das sessões. Olha só.

A atriz Cléo De Páris – Foto: Bob Sousa/Divulgação

Apetite
Cléo De Páris, a atriz, fez um desabafo: “Não perco a fome por comer doces antes do almoço. Um pacote de bolacha recheada e tudo ok. A única coisa que me tira a fome é dor de cotovelo”.

Corra, Lola, corra
Você só tem até este sábado (2) para assistir ao espetáculo “11 Selvagens” no Teatro Pequeno Ato, em São Paulo. A peça, que reúne onze atores em situações onde as pessoas perdem o controle sob a direção de Pedro Granato, faz as últimas sessões nesta sexta-feira, às 21h e neste sábado, às 19h. Corra.

Regina Duarte discursa em agradecimento ao Troféu Nelson Rodrigues, que levou por sua contribuição às artes, por sua atuação na novela “Tempo de Amar” e ainda pela direção da peça “A Volta ao Lar” – Foto: Divulgação

Última sessão
Regina Duarte, que nesta semana ganhou o Troféu Nelson Rodrigues da ANCEC, vai substituir Alessandra Negrini em “A Volta ao Lar”, peça que dirige. Será na próxima terça (5), no Teatro Eva Herz, em São Paulo. Os ingressos são disputados a tapa.

Tem um texto aí?
Regina Duarte revelou à coluna que está a procura de um bom texto teatral para montar com Gabriela Duarte. Ao ver a reprise da novela “Por Amor” no Viva ela ficou com vontade de trabalhar novamente com a filha. Faz bem.

Cena da peça “Piche” – Foto: Rodrigo Baroni/Divulgação

Celebração no palco
Formada no Campus de Guarulhos, da Universidade Federal de São Paulo, onde não há cursos de artes cênicas, a Cia. do Caminho Velho comemora 10 anos com temporada de “Piche”, espetáculo sobre intolerância, em cartaz na SP Escola de Teatro. Coisa boa.

Versáteis
Com texto e direção de Alex Araújo, “Piche” traz no elenco os atores Carlos Marques e Daiane Sousa, que se revezam nas 16 figuras presentes na dramaturgia do diretor. A obra é resultado de um intenso processo de três anos de pesquisa sobre o tema violência. Necessário.

Novatas
Durante a temporada de “Piche”, a Cia do Caminho Velho propõe um ciclo de conversas sobre dramaturgia e violência com participação de autoras e diretoras da cena teatral paulista. Os encontros acontecem aos domingos após a apresentação do espetáculo. Michelle Ferreira é a convidada do dia 3 de dezembro, dia do aniversário deste vosso colunista. Escapou.

Espetáculo “Eu Outro” da Cia. Fragmento de Dança – Foto: Leo Lin/Divulgação

Ocupação
A Cia Fragmento de Dança realiza até 23 de dezembro a Ocupação Encontros na Cena Depoimento na Funarte SP com ações e espetáculos que discutem a expansão de materiais autobiográficos em propostas cênicas, entre eles sua nova montagem, “Eu Outro”. Interessante.

Crianças
A coreógrafa Uxa Xavier e seu grupo Lagartixa na Janela apresentam dois espetáculos para o público infantil: “Varal de Nuvens” e “Breves Partituras para Muitas Calçadas” dentro do projeto. Anotou?

Cena da peça “Limonada” – Foto: Fábio Pazzitto/Divulgação

Deu a louca nos exs
“Limonada”, primeiro projeto voltado para o público jovem LGBT da Benvinda Cia., narra as desventuras amorosas de Beto, um rapaz gay que está se aproximando dos 30 anos de idade. Prestes a iniciar a comemoração de seu aniversário, Beto recebe a visita de seus cinco ex-namorados. Eita.

Sem clichês
Diante dos visitantes controversos, acontece uma viagem pelas memórias do rapaz, que tenta conciliá-las aos seus sentimentos. A montagem com foco na diversidade jovem reestreia dia 4 de dezembro, segunda-feira, às 21 horas, no Viga Espaço Cênico. A equipe diz que a obra se propõe a ser uma peça teatral que fala do universo gay sem se utilizar de clichês ao abordar essa realidade. Vamos conferir, então.

Siga Miguel Arcanjo no Instagram
Curta Miguel Arcanjo no Facebook

Você pode gostar...