Após polêmica com Fernando Rocha, espetáculo continua; leia carta do elenco

Ivaldo Bertazzo e Fernando Rocha: o apresentador saiu, mas o espetáculo vai continuar – Foto: Reprodução/TV Globo

Por Miguel Arcanjo Prado

Mesmo após toda a polêmica com a saída do apresentador Fernando Rocha do elenco, o espetáculo “Próximo Passo”, com direção do coreógrafo Ivaldo Bertazzo, mantém confirmada a temporada de três apresentações no próximo sábado (7), 17h e 21h, e domingo (8), às 18h, no Sesc Vila Mariana (r. Pelotas, 141), em São Paulo.

A entrada é gratuita, mas é preciso retirar ingressos na sexta-feira (6) a partir das 14h no próprio Sesc.

A obra traz “cidadãos dançantes que estiveram ou estão com depressão”.

Contudo, Fernando Rocha, apresentador do “Bem Estar”, na Globo, preferiu pedir para sair e afirmou na TV que sofreu durante o processo ao ser excluído. Leia entrevista do apresentador ao colunista do UOL Mauricio Stycer.

Leia também: Integrante que deixou o “Pânico” vira palestrante e testa novas piadas

Integrantes do espetáculo “Próximo Passo” não gostaram da fala do ex-colega em rede nacional e enviaram uma carta à cúpula da Globo, pedindo retratação após jornalista usar “exclusão” para justificar o abandono do projeto.

A preparação do apresentador para o espetáculo integrava o quadro “Quem Dança Seus Males Espanta”, do “Bem Estar”.

Fora de cena

Na última sexta-feira (29), o ensaio do espetáculo “Próximo Passo”, conduzido pelo bailarino e coreógrafo Ivaldo Bertazzo, foi abalado pela decisão de Fernando Rocha em abandonar o projeto, após ser retirado de uma cena da coreografia.

Ao anunciar a desistência durante o programa matinal — os colegas afirmam que não foram comunicados previamente — Fernando usou palavras como exclusão e eliminação e disse que, com sua saída do trecho, ficaria metade do espetáculo fora do palco, além de afirmar que bailarinos profissionais iriam substituir as pessoas leigas, foco original do projeto.

O Blog do Arcanjo do UOL apurou que um depoimento de Bertazzo sobre o caso chegou a ser gravado, mas não foi ao ar.

Ataques

O projeto de Bertazzo tem 40 anos de trajetória, com pessoas leigas na dança envolvidas na montagem de espetáculos, conduzidos com o apoio de bailarinos profissionais (em “Próximo Passo” são 4 profissionais).

Segundo integrante do espetáculo contou ao Blog do Arcanjo do UOL, a repercussão da matéria do “Bem Estar” tem gerado ataques ao trabalho de Ivaldo Bertazzo, o que revoltou o elenco.

Parte da carta enviada por seus ex-colegas de palco foi lida por Fernando Rocha nesta segunda (2). Mesmo não tendo lido o documento na íntegra, o elenco de “Próximo Passo” considerou o fato “uma vitória incrível”.

O Blog do Arcanjo do UOL teve acesso à carta enviada pelos ex-colegas a Fernando Rocha. Leia o documento na íntegra:

“Prezado Fernando,

Foi com surpresa, incredulidade, indignação e, acima de tudo, tristeza, que assistimos à edição do Programa Bem Estar exibido na sexta-feira, 29 de setembro. Até agora está difícil de acreditar que aquele Fernando doce, engraçado e carinhoso que nos acompanhou por quatro meses nos abandonou de uma forma tão desrespeitosa e irresponsável. Da mesma maneira, achamos também irresponsável e manipuladora a matéria que foi ao ar no programa.

Você não foi expulso. Nem cortado. Nem eliminado. A decisão de sair foi SUA, apesar dos diversos pedidos para que ficasse. Mesmo assim, na matéria você abusa desses termos.

Diferente do que foi dito no programa, você não ficaria de fora de “praticamente metade do espetáculo”. Aliás, ninguém ficará: a parte da qual você saiu, pois tinha muita dificuldade, não contabiliza mais do que 3 minutos de um espetáculo de uma hora e quinze. Da mesma forma, nenhum bailarino profissional foi chamado para substituir ninguém. Muito pelo contrário: os bailarinos estavam lá para nos ajudar desde o começo. Você, inclusive, fez uma matéria mostrando isso.

Na matéria de sexta-feira, você disse que tinha responsabilidades com o grupo. Pois é, você tinha e deixou o grupo na mão. Quem contracenava com você agora não tem parceiro. Você tinha os textos mais longos entre os participantes. A menos de uma semana para a estreia, outros colegas estão tentando decorá-los. Vamos conseguir.

Por tudo isso, sua ausência já seria um enorme problema. Mas teríamos compreendido sua desistência. O que não dá para entender é o uso do poder de um programa jornalístico na maior rede de televisão do país para depreciar a imagem de um grupo sério, unido, que sempre te acolheu bem.

Você ataca o projeto e o Ivaldo Bertazzo, e com isso você ataca a todos nós. De fato, durante todo o processo todos tivemos diferentes dificuldades, mas concordamos que estamos melhores do que no inicio. Ao contrário do que você afirma, conseguimos superar e ter muitas conquistas com esse projeto.

Você sentiu as adaptações feitas no espetáculo como ofensa pessoal. A única desistência foi a sua. Todo o resto do grupo está unido, empenhado e feliz. Todos acham o trabalho e a orientação do Ivaldo Bertazzo e da Suzana Mafra impecáveis. Exigentes sim, mas inspiradores.

Para completar, não tivemos a oportunidade de expor um ponto de vista diferente do seu na reportagem. Nem Ivaldo, nem professores, nem colegas. Foi apenas sua versão cheia de inverdades e sem nenhuma constatação. Será você está certo e todos nos, cidadãos dançantes, estamos errados?

Onde ficam os “Princípios Editoriais do Grupo Globo”?

Em nome da ética, da verdade e do bom jornalismo, pedimos que esta carta seja lida na íntegra no programa Bem Estar. É que esperamos para que a imagem de cada um que participa do projeto possa ser minimamente recuperada depois de um ataque tão vil.

Participantes do Próximo Passo – o Espetáculo”

 

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us: