Rapidinhas teatrais: Nonato de A Força do Querer, Silvero Pereira faz peça em SP

Peça “BR-Trans” tem Silvero Pereira falando de transexualidade nos palcos de SP – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Questão de gênero
O ator Silvero Pereira, que dá vida ao motorista Nonato e à travesti transformista Elis Miranda na novela das 21h da Globo “A Força do Querer”, estará em São Paulo nos próximos dias. Em 24 de junho, às 21h, e 25, às 19h, apresenta seu monólogo “BR-Trans” no Auditório Ibirapuera com ingresso a R$ 20. Já no dia 27 de junho, às 20h, a peça é encenada no Itaú Cultural com entrada gratuita. Vai, gente.

Elogiado pela crítica
“BR-Trans”, espetáculo dirigido por Jezebel De Carli, se inspira no universo das transexuais, travestis e artistas transformistas. Tema importantíssimo.

Cartaz da peça “Macumba Antropófaga”, do Teat(r)o Oficina, criado pelo artista Igor Marotti Dumont – Foto: Reprodução

Antropofagia
O talentoso Igor Marotti Dumont, espécie de Glauber Rocha instantâneo do Teat(r)o Oficina com seus filmes feitos ao vivo conjuntamente com os espetáculos, criou um dos mais belos cartazes teatrais do ano para a peça “Macumba Antropófaga”. Zé Celso e sua turma estreiam a obra neste sábado (24), Dia de São João, em São Paulo na sede da trupe. O acrílico sobre tela inspirado na obra de Tarsila do Amaral certamente teria deixado a artista orgulhosa. Ficou lindo.

Cortejo
A peça “Macumba Antropófaga” começa com uma andança de artistas e público pelo bairro do Bixiga, onde fica a sede do Oficina. O itinerário passa pela Casa de Dona Yayá, o TBC, o Teatro Brasileiro de comédia, e a Casa de Oswald de Andrade. Zé Celso promete “realizar acupunturas nos pontos necrosados do bairro”. Então, tá.

Robson Catalunha, em foto da peça “Pessoas Brutas”: ele viaja para Nova York para trabalhar com Bob Wilson – Foto: Andre Stefano

Poder
Robson Catalunha, atualmente em cena como o Olívio da peça “Pessoas Brutas”, do Satyros, foi selecionado entre mais de 600 artistas para passar o mês de julho e agosto trabalhando em Nova York ao lado do diretor Bob Wilson. Só volta ao Brasil em setembro. Danado.

Vovô antecipado
Ivam Cabral, ator do grupo Satyros, ouviu outro dia de uma vendedora se ele não queria comprar algo para seu netinho. Ficou em choque, já que ainda se considera muito jovem para ouvir tamanho impropério.

Vanessa Jackson canta Whitney Houston no Theatro NET São Paulo na próxima quarta (28) – Foto: Divulgação

Whitney vive
Whitney Houston, a cantora que morreu afogada após uma overdose em 2012 e que comoveu o mundo no fime “O Guarda Costas”, será lembrada em seu auge pela cantora Vanessa Jackson. Ela faz o show “Uma Saudação a Whitney Houston” nesta quarta (28), às 21h, no Theatro NET São Paulo. Diva.

Números
Whitney Houston gravou sete álbuns, teve três compilações lançadas e integrou três álbuns de trilhas sonoras de filmes, com um total de 55 singles lançados e 11 em 1º no Hot 100 da Billboard USA. Vendeu mais de 200 milhões de álbuns e ganhou mais de 600 prêmios, que incluem sete Grammys, 31 Billboards, 22 AMA’s e um Oscar em 1999 pela canção “When You Believe”, em dueto com Mariah Carey. Eita!

Paula Cohen, em Carne de Mulher: monólogo às quartas e quintas de julho, às 21h, no Teatro de Arena – Foto: Lenise Pinheiro

Feminista
Paula Cohen estreia o monólogo “Carne de Mulher” no próximo dia 5 de julho, no Teatro de Arena, em São Paulo. O texto é dos italianos Dario Fo e Franca Rame. Necessário.

Pequeninos
O Teatro Folha, no Shopping Higienópolis, em São Paulo, realiza a 27ª edição do Festival de Férias no período de 1º a 30 de julho. A programação conta com sete peças para as crianças e duas montagens destinadas ao público jovem. Nas férias de inverno haverá sessões todos os dias da semana. Coisa boa.

Célia Regina Forte, autora de “Amigas pero no Mucho”: peça volta dez anos após a estreia – Foto: Bob Sousa

Meninas de volta
Dez anos após a estreia, a comédia “Amigas, pero no Mucho”, de Célia Regina Forte com direção de José Possi Neto, volta ao cartaz no dia 1º de julho, no Teatro Folha, em São Paulo. A coluna vai.

Novidade
O novo elenco de “Amigas, pero no Mucho” é composto por Elias Andreato, Jonathas Joba, Leandro Luna e Nilton Bicudo, além de Rodolfo Schwenger no piano ao vivo. A obra mostra um grupo de amigas em pé de guerra. Bem no clima amor e ódio.

Cena de “Término do Amor”: temporada gratuita em São Paulo – Foto: João Caldas

0800
A peça “Término do Amor” volta ao cartaz dia 5 de julho, em temporada gratuita na Oficina Cultural Oswald de Andrade, em São Paulo, até 30 de agosto, quarta e quinta, às 20h. Estão todos convidados.

Última DR
Primeira direção de Janaína Suaudeau, o verborrágico texto do francês Pascal Rambert traz os atores Carolina Fabri e Gabriel Miziara. Além de Pedro Gongom na bateria. É uma triste discussão ao fim de um relacionamento amoroso. Fazer o quê?

Teatro mineiro
Estão abertas até 6 de julho as inscrições para o 18º Festival de Cenas Curtas do Galpão Cine Horto, que acontece em setembro, em Belo Horizonte.

Elenco de “Nem Romeu, Nem Julieta”: estreia marcada para 1º de julho em SP – Foto: Gabriela Lemos

Coadjuvantes viram protagonistas
Com música ao vivo e uma nova roupagem para uma das histórias mais conhecidas de William Shakespeare (1564-1616), a comédia “Nem Romeu, Nem Julieta” dialoga e reflete com o público jovem ao focar na trama sob o ponto de vista de Rosalina, prima de Julieta Capuleto e o primeiro amor de Romeu Montéquio. A estreia está marcada para sábado, 1º de julho, às 15h, no Inbox Cultural, em São Paulo, com sessões sábados e domingos, às 15h, até 23 de julho. Anotou tudo?

Turma completa
“Nem Romeu, Nem Julieta tem direção de Gabriela Lemos e dramaturgia de Julia Fovitzky. O elenco conta com Alexandre Menezes (Mercucio), Ana Carolina Raymundo (Julieta), Guilherme Barroso Rodrigues (Romeu), Louise Helène (Rosalina) e Yorran Furtado (Conde Páris). Gente boa.

Cinéfilos
O cinema teve papel importante durante o processo de criação. O filme “Romeu + Julieta -” (direção de Baz Luhrmann, protagonizado por Leonardo DiCaprio e Claire Danes, de 2006) e Submarino (direção de Richard Ayoade, 2010) contribuíram como impulsionadores para a concepção. Referência é tudo.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Você pode gostar...