Opinião: Dudu Camargo é produto da hipocrisia da TV

Dudu Camargo: no centro de um incêndio midiático – Foto: Divulgação

Por Miguel Arcanjo Prado

Dudu Camargo, o jovem apresentador de 19 anos alçado ao sucesso nacional no SBT por Silvio Santos, na verdade é um produto da própria hipocrisia da TV e da sociedade.

Com a eclosão nas redes sociais nesta quarta (21) do depoimento de um suposto ex-namorado que o acusa de relacionamento abusivo, Dudu, que até o último domingo bradava em rede nacional ser “hétero”, se vê no centro de um incêndio midiático.

As primeiras faíscas foram lançadas em sua participação no “Programa Silvio Santos”, ao lado de Maisa Silva, no último domingo (18).

Insuflada por Silvio a se relacionar com o rapaz, a adolescente de 15 anos rejeitou qualquer hipótese de envolvimento com ele, a seu ver “engessado” e uma figura que não transmite “verdade”, afirmando que o jovem não fazia seu estilo.

No programa, Dudu, com voz sua voz empostada — e fake —, ainda precisou beijar uma das meninas do auditório, que ganhou dinheiro de Silvio após dar o selinho no jovem apresentador. Uma situação humilhante e constrangedora de se ter de comprovar heterossexualidade em praça pública. Como se um selinho fosse prova suficiente.

No fundo, independentemente de ser hétero, gay ou o que quiser ser, Dudu parece ter criado para si um modelo do que seria a figura de um apresentador de televisão, com inspiração em seus ídolos de sucesso.

Modelo este, de certa forma, supostamente baseado na própria hipocrisia da televisão brasileira, na qual apresentadores e atores gays “devem” parecer héteros e ficar trancados no armário para todo o sempre para não prejudicarem suas carreiras — como se ser LGBT fosse algo errado ou que não pudesse ser de conhecimento público.

Muitos, inclusive, sendo obrigados a inventarem relacionamentos falsos e até serem pejorativos com a comunidade LGBT para tentar se enquadrar no modelo imposto.

Entretanto, nestes novos tempos de alta velocidade digital, com tudo gravado e filmado o tempo todo, ficar no armário enquanto se reproduz no ar um modelo perverso e machista será, cada vez mais, tarefa impossível. Que o diga o personagem Lito da série da Netflix “Sense8”.

Dudu Camargo, por meio de sua assessoria, afirmou ao UOL que é heterossexual e que processará o jovem que diz ser seu ex-namorado e lhe faz acusações de relacionamento abusivo. A assessoria do SBT informou ao Blog do Arcanjo do UOL que não comenta a vida pessoal de seus contratados.

Filme sobre noite gay de SP vai a Paris

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Você pode gostar...