Sucesso de público, musical Roque Santeiro espanta comparação com novela

Livia Camargo, como Porcina, e Luciana Carnieli, como Matilde, no musical “Roque Santeiro” – Foto: João Caldas

Por Miguel Arcanjo Prado

Deu certo a decisão arriscada de mexer com uma obra que faz parte da memória afetiva nacional. A adaptação para musical de “Roque Santeiro”, novela que hipnotizou o país em 1985, é sucesso no Teatro Faap (r. Alagoas, 903), em Higienópolis, São Paulo.

Tanto que a obra escrita por Dias Gomes, com versão diferente daquela vista na TV, prorrogou temporada até 30 de julho, espantando comparações com o folhetim. As sessões são sexta e sábado, 21h, e domingo, 18h, com ingresso entre R$ 50 e R$ 70.

“A decisão de fazer uma prorrogação de temporada se deu por vários fatores: a adesão do público que, desde o início da temporada, foi muito boa; as ótimas críticas que recebemos e que corroborou com o que já vínhamos percebendo na reação da plateia ao final das apresentações”, fala o produtor Edinho Rodrigues ao Blog do Arcanjo do UOL.

Ele comemora o êxito de sua produção, sobretudo em um ano tão difícil para a cultura.

“Nesse momento em que a economia do país ainda começa a dar os primeiros sinais de uma possibilidade de reação, assumir prorrogação de temporada num espetáculo desse porte, sem patrocínio que possibilite arcar com todos os custos, pode parecer ‘suicídio financeiro’, mas é disso que vive a arte também. Se não arriscarmos um pouco, mesmo em momentos oscilantes de economia, estagnamos o que move um povo, que é a cultura”, discursa.

E aproveita para revelar os números da primeira temporada que o deixaram tão confiante: “Foram mais de 21 mil espectadores em 49 apresentações em 16 semanas. Ou seja, uma média de 430 pessoas por apresentação, em um teatro que tem 506 lugares”, conta.

“Agora, vamos para mais 33 apresentações, e aguardando o público que ainda não viu ou que queira rever”, avisa.

Com direção de Débora Dubois e direção musical de Zeca Baleiro, a obra tem atualmente no elenco os atores José Rubens Chachá, Livia Camargo, Ricardo Tozzi,  Amanda Acosta, Luciana Carnieli, Edson Montenegro, Dagoberto Feliz, Patricia Gasppar, Yael Pecarovich, Giselle Lima, Março França, Samuel de Assis e Cristiano Tomiossi.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Você pode gostar...