Atriz do Zorra na Globo, Debora Lamm faz drama feminista Mata Teu Pai

Debora Lamm em “Mata Teu Pai” – Foto: Elisa Mendes

Por Miguel Arcanjo Prado

Muita gente que vê a atriz Debora Lamm no humorístico do “Zorra” da Globo sequer imagina que ela também atua no denso drama “Mata Teu Pai”, peça com a qual celebra seus 20 anos de carreira.

No texto escrito pela premiada autora mineira Grace Passô, Debora incorpora o mito grego de Medeia, em uma obra que aborda temas como o feminismo, o preconceito e a imigração.

Chama a atenção o diálogo desta peça com outro espetáculo, “Como Matar a Mãe – 3 Atos”, da mineira Sofisticada Companhia e também inspirado no mito de Medeia e com Léo Kildare Louback, Soraya Martins e Fabiane Aguiar, sucesso do teatro de Belo Horizonte em 2014, terra natal de Grace Passô.

Para Debora, sua personagem “desafia o amor romântico”.

“A Medeia de ‘Mata Teu Pai’ leva consigo as angústias do mundo atual”, fala a atriz, que é dirigida na montagem por Inez Viana.

A equipe criativa da peça, majoritariamente feminina, ainda tem Mina Quental na cenografia, Nadja Naira e Ana Luzia de Simoni na luz e direção de movimento de Marcia Rubin.

E figurino de Sol Azulay, caracterização de Josef Chasilew, direção musical de Felipe Storino e programação visual de Felipe Braga.

A temporada paulistana segue até 28 de maio, sexta e sábado, às 21h, e domingo às 18h, no Sesc Ipiranga (r. Bom Pastor, 822), em São Paulo, com entrada a R$ 30.

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Morre pai do Padre Marcelo: “Até a eternidade” Colplay cancela shows no Brasil por doença de Chris Martin Marilyn Monroe, Blonde: Curiosidades do filme Tim Maia: 80 anos do eterno síndico Arlete Salles brilha no Teatro das Artes