Crítica: Eva e Nicette cativam público em O Que Terá Acontecido a Baby Jane

Eva Wilma e Nicette Bruno em "O Que Terá Acontecido a Baby Jane?" - Foto: Edson Lopes Jr.

Eva Wilma e Nicette Bruno em “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?” – Foto: Edson Lopes Jr.

Por Miguel Arcanjo Prado

Com 82 e 83 anos, respectivamente, Eva Wilma e Nicette Bruno já têm currículos que as colocam no lugar de não precisar provar a ninguém que são atrizes consagradas. Mesmo assim, escolhem estar na labuta diária do palco, na profissão que tanto amam. É cativante vê-las juntas em sintonia fina na primeira montagem mundial para o teatro de “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”, em cartaz no Teatro Porto Seguro, em São Paulo, sob direção de Claudio Botelho e Charles Möeller, tarimbada dupla dos musicais que se aventura pela primeira vez no fértil terreno do drama.

O espetáculo conta a famosa história das duas irmãs atrizes, já velhas e sem fama, trancafiadas em um casarão de Hollywood, onde Baby Jane (Eva Wilma) passa seus dias torturando psicologicamente a irmã paralítica, Blanche Hudson (Nicette Bruno).

Baby Jane foi uma estrela na infância, enquanto a irmã ficava nos bastidores junto com o pai empresário (uma espécie de precursor do pai de Michael Jackson). Na juventude, a situação foi invertida, com Blanche transformando-se em uma diva do cinema, enquanto a Baby Jane só restavam pequenas pontas. Após o mal explicado acidente que deixou Blanche na cadeira de rodas no auge da carreira, só resta às duas o convívio mútuo.

Duda Matte, Licurgo Spinola e Sophia Valverde - Foto: Edson Lopes Jr.

Duda Matte, Licurgo Spinola e Sophia Valverde – Foto: Edson Lopes Jr.

O grande mérito desta montagem, assim como dar vida novamente ao texto que tornou-se um clássico no cinema em 1962 no filme homônimo estrelado pelas grandes divas rivais Bette Davis e Joan Crawford, é possibilitar que duas atrizes tão queridas e respeitadas pelo público, como Eva e Nicette, contracenem.

E elas demonstram vigor de duas garotas na encenação de ritmo ágil proposta pelos diretores. O espetáculo acerta ao colocar em cena, muitas vezes ao mesmo tempo, as três gerações de Baby Jane e Blanche, construindo uma requintada trama psicológica que vai se revelando aos poucos e dialoga no tempo.

Impressionantemente talentosa, a menina Sophia Valverde é a própria encarnação da Baby Jane criança, arrancando aplausos em cena aberta quando expõe o maquiavelismo da personagem no trato com a irmã Blanche, papel da doce Duda Matte.

Eva Wilma como Baby Jane - Foto: Edson Lopes Jr.

Eva Wilma como Baby Jane – Foto: Edson Lopes Jr.

Na juventude, os papéis passam a ser defendidos por Juliana Rolim e Rachel Rennhack, repetindo a construção já desenhada pelas crianças. O elenco ainda tem Licurgo Spinola, que demonstra versatilidade ao se dividir nos três papéis masculinos da vida das irmãs Hudson: o pai, o cineasta e o pianista com quem Baby Jane idosa pretende retomar sua carreira em Las Vegas. Ainda há Nedira Campos, no papel da vizinha enxerida, e a sempre carismática e segura Teca Pereira, como a criada que ousa enfrentar a loucura de Baby Jane.

A equipe técnica também merece ser citada por, junta, criar o clima que a obra pede. E isso acontece no soturno cenário criado por Rogério Falcão, nos figurinos de época assinados por Carol Lobato, na iluminação de Paulo César Medeiros, que dialoga o tempo todo com os sentimentos em cena, no visagismo de Beto Carramanhos e no design de som de Ademir Moras Jr.

“O Que Terá Acontecido a Baby Jane?” é um espetáculo imperdível, afinado e cativante da primeira à última (e impactante) cena. Com Eva e Nicette à frente de um aguerrido elenco, a peça é a prova de que o talento só melhora com o tempo.

“O Que Terá Acontecido a Baby Jane?” * * * * *
Avaliação: Ótimo

Quando: Sexta e sábado, 21h, domingo, 19h. 90 min. Até 30/10/2016
Onde: Teatro Porto Seguro – Al. Barão de Piracicaba, 740, Campos Elíseos, metrô Santa Cecília, São Paulo, tel. 11 3226-7300
Quanto: R$ 25 (meia-entrada, balcão) a R$ 120
Classificação etária: 14 anos

Leia mais sobre “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?”

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Nicette Bruno como Blanche Hudson - Foto: Edson Lopes Jr.

Nicette Bruno como Blanche Hudson – Foto: Edson Lopes Jr.

Foto: Edson Lopes Jr.

Rachel Rennhack e Juliana Rolim como Blanche e Baby Jane jovens – Foto: Edson Lopes Jr.

Elenco de "O Que Terá Acontecido a Baby Jane?" - Foto: Edson Lopes Jr.

Elenco de “O Que Terá Acontecido a Baby Jane?” – Foto: Edson Lopes Jr.

Please follow and like us:
Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso