Chacina na Grande São Paulo inspira peça “Tiros em Osasco”, grátis em SP

Cena de "Tiros em Osasco" com Carlos Jordão em primeiro plano - Foto: Leekung Kim

Cena de “Tiros em Osasco” com o ator Carlos Jordão em primeiro plano – Foto: Leekung Kim

Por Miguel Arcanjo Prado

O teatro é o lugar perfeito para se discutir as feridas sociais que seguem abertas. “Tiros em Osasco”, peça que estreia nesta quinta (18), às 20h30, no Sesi da av. Paulista, faz isso.

O espetáculo escrito por Cássio Pires, dirigido por Yara de Novaes e produzido por Marlene Salgado tem como pano de fundo a chacina que matou 19 pessoas em 2015 nas cidades de Osasco, Barueri e Itapevi, na Grande São Paulo, com policiais acusados dos crimes.

O elenco traz 11 jovens artistas do Núcleo Experimental de Artes Cênicas do Sesi-SP, que já formou 170 atores desde 2001. Vivem personagens que seguem suas vidas em apartamentos da metrópole, onde ecoam as notícias da chacina na periferia.

Para o dramaturgo Cássio Pires, o teatro deve ser “uma cena aberta de discussão de um tempo”. Ele reforça que sua peça “não é apenas entretenimento”: “Estamos enfrentando problemas”, define.

Algumas falas do texto são respondidas com sons de tiros na encenação. A diretora Yara de Novaes explica o significado disso: “Para cada fala intolerante e desprovida de fundamento, de conhecimento ou reflexão dita por essas personagens, há um estampido que ressoa em algum lugar que a vista cansada e míope já não mais consegue alcançar”.

Para Yara, o medo, hoje, é oferecido aos quatro cantos do planeta. “Se conseguimos sentir outra coisa que não o medo, talvez as coisas melhorem para todos nós. O que não dá mais são os abismos que criamos entre os seres da mesma espécie. Somos feitos do mesmo barro e quem quer nos dizer que não está, com certeza, se entronizando com isso, ganhando grana e tudo mais. O lema do nosso tempo deveria ser: não nos afastemos”.

"Tiros em Osasco" tem sessões grátis na av. Paulista, em SP - Foto: Leekyung Kim

“Tiros em Osasco” tem sessões grátis na av. Paulista, em SP – Foto: Leekyung Kim

A peça ainda tem cenário assinado por André Cortez, que, segundo ele, “reproduz esses espaços pré-fabricados que a gente vive hoje”. Além de iluminação de Wagner Antônio e trilha de Dr Morris, com clássicos do pop de David Bowie, Bee Gees e 4 Non Blondes.

Estão no elenco Ana Luiza Anjos, André Saboya, Anna Gobbi, Guilherme Yazbek, Carlos Jordão, Marcella Vicentini, Marcelo Rodrigues, Magiu Mansur, Renata Becker, Renata Martins e Rodrigo Sampaio. “São atores com nome, histórias, talento e vocação! Não posso querer mais da vida!”, elogia a diretora.

“Tiros em Osasco”
Quando: Quarta a sábado, 20h30, domingo, 19h30. 90 min. Até 6/11/2016
Onde: Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso – Av. Paulista, 1313, metrô Trianon-Masp, São Paulo, tel. 11 3146-7406
Quanto: Grátis (retirada de dois ingressos por pessoa)
Classificação etária: 18 anos

Siga Miguel Arcanjo Prado no Facebook, no Twitter e no Instagram.

Please follow and like us:
Festival de Curitiba anuncia novidades em 2023 II Expo Internacional Consciência Negra SP The Crown mostra que Charles traiu Diana Caetano Veloso se emociona em show após morte de Gal Costa Prêmio Arcanjo de Cultura acontece no Teatro Sérgio Cardoso